Ácido úrico elevado? Veja os alimentos a evitar

O ácido úrico é um composto químico produzido no nosso organismo, a partir de proteínas chamadas purinas, por acção de uma enzima chamada xantina oxidase. As purinas existem nalguns alimentos tais como carnes novas, caça, vísceras, frutos do mar, sardinha, salmão, feijão seco, ervilhas e também nalgumas bebidas como a cerveja. A maior parte do nosso ácido úrico é expelido pelos rins através da urina. Quando, por qualquer motivo, o organismo produz demasiado ácido úrico ou não consegue eliminá-lo eficazmente, aumenta o ácido úrico no sangue. Chama-se a este fenómeno hiperuricemia, que é um factor de risco para doenças articulares, renais e cardiovasculares. Uma das recomendações dietéticas para tratar a hiperuricemia tem sido evitar ou banir a ingestão dos alimentos e bebidas ricos em purinas. 

Recentemente descobriu-se, porém, que a ingestão excessiva de frutose também faz aumentar o ácido úrico, principalmente em indivíduos hipertensos. O aumento dramático do consumo de açúcar, em particular nas bebidas e alimentos processados, permitiu que se notasse uma relação entre o elevado consumo de frutose (usada como adoçante alimentar ou como parte da constituição do açúcar) e o aumento do ácido úrico no sangue. De facto, embora as bebidas açucaradas e muitos alimentos doces contenham baixos níveis de purinas, eles possuem grandes quantidades de frutose, que é o hidrato de carbono capaz de aumentar os níveis de ácido úrico. Este aumento decorre provavelmente do aumento do catabolismo dos nucleotídeos (processamento da matéria orgânica para obtenção de energia) no fígado ou pelo aumento da síntese de purinas. 

Portanto, se lhe foi diagnosticado ácido úrico elevado, evite a ingestão de carnes novas, caça, vísceras, frutos do mar, sardinha, salmão, feijão seco, ervilhas e cerveja, mas vigie também a ingestão de açúcares. Exemplos de alimentos comummente consumidos que contêm, na sua maioria, elevadas quantidades de açúcar são os refrigerantes, os iogurtes e os cereais de pequeno-almoço. Leia os rótulos!
Postar um comentário

Postagens mais visitadas