terça-feira, 20 de maio de 2014

AFINAL PRECISAMOS DE 7 PORÇÕES DE FRUTAS FRESCAS E VEGETAIS POR DIA

De acordo com um estudo realizado pelo Departamento de Epidemiologia e Saúde Pública do University College London as cinco porções de frutas e vegetais por dia parecem não ser suficientes para estarmos protegidos contra algumas doenças. 

O estudo mostra que o consumo de sete porções está fortemente associado com um risco 42% menor de morte por todas as causas. Há também um risco 25% menor de contrair cancro e um risco 31% inferior de doenças do coração ou derrame cerebral. 

Segundo os cientistas, o aumento de cinco para sete porções deve ser feito à custa do aumento do consumo de vegetais pois são eles que parecem oferecer maior protecção contra as doenças.

Ver artigo em:
http://jech.bmj.com/content/early/2014/03/03/jech-2013-203500.short?g=w_jech_ahead_tab

domingo, 18 de maio de 2014

FED UP - O novo documentário sobre a obesidade infantil

A realidade sobre as causas da obesidade infantil na América e no mundo no novo documentário FED UP de Stephanie Soechtig. Estes documentários são preciosas ajudas na nossa luta diária contra a obesidade infantil. Todos os pais deviam ver este filme!

Deixo-vos o trailer oficial do FED UP, sob o lema: "-Quando souber a verdade sobre a sua comida, ficará FARTO!"




sábado, 17 de maio de 2014

UMA SESSÃO DE EXERCÍCIO FÍSICO DO PEG 2

Imagens da sessão de ontem de exercício físico ao ar livre, do Programa de Emagrecimento em Grupo (o PEG 2), com o nosso Personal Trainer, Miguel Costa. Os resultados do PEG2 estão a superar as nossas melhores expectativas e percebe-se porquê. O grupo é muito empenhado e nós, os profissionais, não lhes damos tréguas. Estão todos de Parabéns!

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Consumo de frutas e vegetais podem reduzir 32% o risco mundial de AVC


Um maior consumo de fruta e vegetais podem reduzir o risco de acidente vascular cerebral (AVC) em todo o mundo, conclui um estudo publicado na revista “Stroke”.

“Uma dieta rica em frutas e vegetais é altamente recomendável, pois cumpre as necessidades de micronutrientes, macronutrientes e fibras”, revelou, em comunicado de imprensa, um dos autores do estudo, Yan Qu.

Para o estudo, os investigadores da Universidade de Qingdao, na China, fizeram uma revisão bibliográfica de 20 estudos publicados nos últimos 19 anos que avaliaram os efeitos da ingestão de frutas e verduras no risco de AVC, a nível mundial. Foram incluídos os resultados de seis estudos dos EUA, oito da Europa e seis da Ásia. No total, a análise incluiu 760.629 homens e mulheres que sofreram 16.981 AVC´s.

O estudo apurou que o risco de AVC diminui 32% por cada 200 gramas de fruta consumida diariamente e 11% por cada 200 gramas de vegetais ingeridos por dia.

Ler mais em ALERT Life Sciences Computing, S.A.


Imagem
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=739704089385265&set=a.350515421637469.83715.275700499118962&type=1&theater

FRUTA FEIA

Descobri recentemente numa revista o projecto Fruta Feia e fiquei logo curiosa pois o nome não podia ser mais sugestivo. Rapidamente percebi que é mais um louvável projecto contra o desperdício alimentar. Se vive na região de Lisboa, onde o projecto está implementado, aproveite os preços da Fruta Feia. Adorei o slogan: "Gente bonita come fruta feia".
Mais informação sobre o projecto em www.frutafeia.pt.



quarta-feira, 14 de maio de 2014

COMO USAR AS SEMENTES DE CHIA

Depois de uma pesquisa rápida pela net percebi que as sementes de chia são muito versáteis podendo ser adicionadas à água, aos sumos, iogurtes, leite, sopas, saladas, arroz, massa, carne ou peixe. O seu efeito mucilaginoso transforma definitivamente a textura dos pratos em que entra como ingrediente. A utilização mais curiosa que encontrei foi no blog de alimentação vegetariana Oh my veggies que gosto de acompanhar, em que a autora adiciona sementes de chia às compotas de fruta substituindo a tradicional pectina para obter a mesma consistência gelatinosa. Uma boa ideia!



Pelas propriedades nutricionais que vimos no post anterior, as sementes de chia podem fazer parte da nossa alimentação. No meu caso, por enquanto, adiciono apenas uma colher de sobremesa aos iogurtes ou aos batidos de fruta. E não faço nenhuma questão de comer sementes de chia diariamente. Não concordo com a ideia de super-alimentos. Sou pela alimentação variada e equilibrada todos os dias. Só assim aumentamos a possibilidade de ser completa. 

PROPRIEDADES NUTRITIVAS E MEDICINAIS DAS SEMENTES DE CHIA



A chia, nome científico Salvia Hispanica, é uma planta herbácea  da família das lamiáceas, com origem nas regiões da Guatemala, México e Colômbia. É actualmente mais conhecida pelas suas sementes,  mas as folhas também são utilizadas em infusões. A palavra chia deriva da palavra do nahuatl chian, que significa “oleoso”.

Comecei a utilizar as sementes de chia antes de ter consultado qualquer informação nutricional sobre elas, só porque achei curioso o seu efeito mucilaginoso, o de formar um gel quando se adiciona água. Esta capacidade de absorver e reter água, absorve cerca de 12 vezes o próprio peso em água, deve-se aos polissacáridos que constituem as fibras presentes na superfície das sementes.


Fiquei tão surpreendida com o conteúdo nutricional destas minúsculas sementes, que não podia deixar de partilhar com todos os meus assíduos leitores. O difícil foi fazer a síntese : (


Informação Nutricional por 100 g (Fonte: Nutritional Science Research Institute)
Energia - 33o kcal
Proteínas - 20,7 g
Gorduras - 32,8 g
Carboidratos - 41,8 g 
Fibra dietética - 41,2 g (5,3 g solúveis e 35,9 g insolúveis)

Propriedades nutritivas e medicinais


Ácidos Gordos Ómega 3

As sementes de chia são boas fontes de ácido alfa-linolénico (ALA), um ácido gordo polinsaturado ómega 3 de cadeia curta. Este é conhecido pelo seu efeito protector do sistema cardiovascular. 

Recordo que os ácidos gordos polinsaturados ómega três de cadeia longa, ácido eicosapentanóico (EPA) e ácido Docosahexanóico (DHA), estão presentes exclusivamente em marisco e peixes gordos, como sardinha, cavala, salmão, arenque, etc., e o seus efeitos  benéficos estão mais relacionados com a saúde do sistema nervoso, prevenindo depressões e doenças degenerativas, para além de também favorecerem a saúde cardiovascular.

Aminoácidos essenciais

Contêm todos os aminoácidos essenciais sendo um alimento recomendável para incluir nos planos alimentares vegetarianos.

Minerais 

As sementes de chia são boas fontes de cálcio, magnésio, fósforo, manganês e ferro. Lembro que a ingestão de alimentos ricos em magnésio é particularmente importante para desportistas, diabéticos e para os mais idosos, pois são os que mais frequentemente sofrem de carência deste mineral. 

Compostos antioxidantes

Contêm um composto do grupo dos flavonóides, o kaempferol e dois compostos fenólicos, os ácidos cafeico e clorogénico. Este último está muito na moda graças ao famoso Dr.Oz, que tem apregoado o ácido clorogénico, presente nos grãos de café verde, como um poderoso acelerador do metabolismo, muito útil para os que querem emagrecer. Pelo que averiguei, o ácido clorogénico para emagrecer, é mais um engano (confirmem aqui). No Verão de 2013, as cetonas de framboesa eram o milagre anti-gordura do Dr. Oz. Em 2014 já nem fala delas. Estranho, não? 

Fibras
A grande quantidade de fibras e o efeito mucilaginoso das sementes de chia podem trazer algumas vantagens metabólicas. Os cientistas acreditam que o gel que se forma em volta da semente, é uma barreira à digestão dos carboidratos permitindo que a sua libertação seja mais gradual. Este efeito é conveniente tanto para desportistas como para diabéticos, como para quem quer emagrecer, pois prolonga a saciedade. Por outro lado, as sementes hidratadas aumentam de volume retardando a sensação de fome. 

Modos de utilização na alimentação de sementes de chia e quantidade recomendada brevemente noutro post. Não percam! 

Sites consultados
http://pt.wikipedia.org/wiki/Salvia_hispanica, visitado em 12/Maio/2014
http://en.wikipedia.org/wiki/Nahuatl, visitado em 12/Maio/2014
http://sementedechia.info/, visitado em 12/Maio/2014
http://www.nsrinews.com/abstracts/Chia_Technical_Sheet.pdf, visitado em 12/Maio/2014
http://www.nutritotal.com.br/perguntas/?acao=bu&categoria=26&id=422, visitado em 12/Maio/2014
http://www.sciencedaily.com/releases/2013/06/130612133149.htm, visitado em 13/Maio/2014
http://www.primalbritain.co.uk/chia-seeds-benefits-and-side-effects/,visitado em 13/Maio/2014

segunda-feira, 12 de maio de 2014

Água com aroma de limão e cor de beterraba

Agora que o tempo aqueceu é preciso não esquecer de nos mantermos hidratados. As águas aromatizadas, além de refrescarem, podem ajudar a criar o hábito de beber água. Preparei ontem à noite e coloquei no frigorífico dois litros de água, um limão cortado às rodelas e meia beterraba partida em fatias finas. Durante o dia de hoje tomo esta água com aroma de limão e cor de beterraba. 

domingo, 11 de maio de 2014

Vitamina C de coração


Um estudo da Universidade de Cambridge revelou que as pessoas que têm maiores concentrações plasmáticas de vitamina C têm 20% menor risco de sofrer de doença das coronárias. A razão é a seguinte: a vitamina C é o principal composto antioxidante hidrossolúvel presente no plasma protegendo contra o desenvolvimento de placas ateroscleróticas por inibição da oxidação das lipoproteínas de baixa densidade, as LDL. Estas LDL oxidadas estão presentes nas placas ateroscleróticas.

Praticamente todas as frutas contêm vitamina C, mas as que contêm uma quantidade reforçada desta vitamina são, como todos sabemos, os citrinos, kiwi, manga, morangos e outros frutos vermelhos. Vale a pena dar-lhes particular atenção e inclui-las mais na nossa alimentação.

sexta-feira, 9 de maio de 2014

COMO CORTAR A MELANCIA...

Esta é uma boa maneira de partir a melancia, uma fruta que sabe a Verão. Comprei hoje, pela primeira vez este ano, metade de uma melancia. Nos dias de calor, não há nada melhor para refrescar e matar a sede, do que um pedaço de melancia fresquinha acabada de sair do frigorífico.

quinta-feira, 8 de maio de 2014

Comer peixe duas vezes por semana reduz depressão nas mulheres

Num estudo realizado no Menzies Research Institute na Australia e publicado no American Journal of Epidemiology, os investigadores concluíram que comer peixe pelo menos duas vezes por semana reduz 25% o risco de depressão nas mulheres. Os cientistas acreditam que os elevados níveis de ácidos gordos ómega três do peixe combinados com as hormonas femininas fazem o cérebro funcionar melhor.

Lembro que os peixes gordos como o atum, salmão, sardinha e cavala são os mais ricos em ómega três.

DECO promove campanha contra a obesidade infantil

A associação de defesa do consumidor Deco lançou uma campanha contra a obesidade infantil, disponibilizando na internet menus saudáveis, fáceis e baratos.

As receitas, elaboradas por alunos da Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril, orientadas por nutricionistas, vão estar acessíveis no portal www.ficanalinha.pt.

Segundo a Deco, estarão disponíveis 31 menus, correspondentes a um mês de refeições, incluindo pequeno-almoço, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde e jantar.

As receitas, facilmente executadas por toda a família, são publicadas semanalmente.

Fonte
Jornal i

sexta-feira, 2 de maio de 2014

PROGRAMA DE EMAGRECIMENTO EM GRUPO em vídeo

Apresentei este pequeno vídeo sobre o Programa de Emagrecimento em Grupo (PEG) no XVI Congresso Anual da Associação Portuguesa de Nutrição Entérica e Parentérica que se realizou no Porto nos passados dias 28 e 29 de Abril.