terça-feira, 30 de abril de 2013

AMÊIJOAS: Uma boa opção para tratar a anemia


Do livro "50 Super Alimentos Portugueses", Matéria-Prima Edições, 2012, escrito por dois colegas nutricionistas, Pedro Carvalho e Victor Hugo Teixeira, trancrevo um pequeno excerto sobre o elevado valor nutricional das amêijoas e o seu potencial no tratamento da anemia:

"A sua composição nutricional é intrinsecamente merecedora de grande destaque, pois, para além de baixo valor calórico e lipídico (contendo ainda assim quantidades generosas de ácidos gordos ómega 3), as amêijoas - atendendo até à forma como são consumidas - são autênticos shots de ferro e vitamina B12. Não desprezando todo o restante cardápio nutricional, no qual se destacam a vitamina A, o zinco, o selénio e o cálcio, é nos dois primeiros micronutrimentos que reside o maior foco de interesse deste bivalve, que se torna assim um autêntico cocktail antianémico."   

Acrescento ao que foi dito que a melhor forma de comer as amêijoas é tal, como sugere a imagem, adicionando salsa ou coentros e sumo de limão. A vitamina C presente na salsa, nos coentros e no limão favorecem a assimilação do ferro.  E, agora sim, o "cocktail antianémico" está completo.

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Chocolates mais saudáveis com sumo de fruta e menos gordura


Esta pode ser uma boa novidade para os apreciadores de chocolate preocupados com as calorias e com a saúde. Um grupo de cientistas britânicos desenvolveu tabletes de chocolate mais saudáveis, em cuja receita parte da gordura é substituída por sumo de diversas frutas.
Os especialistas da Universidade de Warwick, no Reino Unido, conseguiram cortar 50% da matéria gorda presente nos chocolates, substituindo a manteiga de cacau e as gorduras lácteas por minúsculas gotas de sumo de laranja, arando vermelho e maçã.

A criação é de 2012, mas foi recentemente apresentada por Stefan Bon (na imagem), o coordenador da investigação, que levou ao "nascimento" destes chocolates, durante a conferência nacional da American Chemical Society em Nova Orleães, nos Estados Unidos.

Fonte

Os melhores momentos do dia para beber água


Agora que os dias quentes chegaram é importante não esquecermos de nos hidratar. As recomendações de ingestão diária de água para adultos são de cerca de 1,5 a 2 L, mas as sopas, as frutas e as hortaliças podem entrar nesta contabilidade. Deixo, a título de sugestão, os melhores momentos do dia para beber água ou qualquer infusão (sem açúcar):

  • Um copo de água fria ou morna logo ao acordar;
  • Um copo de água depois do duche matinal;
  • Um ou dois copos de água meia hora antes das duas refeições principais;
  • Um copo de água (pode ser morna) antes de ir dormir.
Se cada copo de água tiver a capacidade de 200 mL será conseguida a ingestão da quantidade diária recomendada. Confirme o seu bom estado de hidratação vigiando a cor da urina, que deverá ser clara.  

quarta-feira, 24 de abril de 2013

DIETA MEDITERRÂNICA: A alimentação mais saudável do mundo


A dieta mediterrânica, a “alimentação mais saudável do mundo”, ajuda a evitar doenças cardiovasculares, a obesidade, a diabetes e o cancro, deveria ser adotada pelos portugueses, aconselha a Fundação Portuguesa de Cardiologia (FPC). Para Manuel Carrageta, este tipo de alimentação, que "promove os produtos portugueses", feita à base de produtos hortícolas, peixe, vinho, pão de trigo e outros cereais, “ajuda a evitar a obesidade, as doenças do coração, a diabetes e o cancro”.

As doenças cardiovasculares são a principal causa de morte em Portugal: são responsáveis por cerca de um terço dos óbitos, seguindo-se o cancro, responsável por um quinto das mortes.

Manuel Carrageta lembrou que Portugal apresentou uma candidatura à UNESCO no sentido de considerar a dieta mediterrânica  Património Imaterial da Humanidade.

Para o especialista, a aprovação desta candidatura trará benefícios para saúde dos portugueses, mas também para a nossa economia, designadamente para a restauração e para os produtores agrícolas.

Fonte:
Alert Life Sciences Computing, S.A.

Cogumelos produzem vitamina D quando cultivados à luz solar

Uma curiosidade a propósito do post anterior: tal como nós os cogumelos têm capacidade de produzir vitamina D quando expostos à luz solar. Mas nem todos os cogumelos à venda nos supermercados são cultivados à luz solar. Para beneficiarmos das vantagens do consumo da vitamina D através dos cogumelos devemos certificar-nos que estamos a comprar os cultivados ao sol, nas especificações dos ingredientes.

Cogumelos fornecem tanta vitamina D como os suplementos

Investigadores americanos da Boston University School of Medicine descobriram que a ingestão de cogumelos fornece tanta vitamina D ao organismo quanto o uso de suplementos.

A vitamina D é essencial para uma boa saúde óssea e força muscular. Quantidades adequadas desta vitamina ajudam na manutenção da densidade óssea reduzindo o risco de fractura, osteomalácia, osteoartrite e osteoporose. Desempenha ainda um papel importante na modulação do sistema imunológico ajudando a combater infecções como a gripe e a prevenir muitas doenças comuns como cancro, doenças cardiovasculares, depressão e diabetes.

O estudo indica que os cogumelos, que contêm vitamina D2, podem ser tão eficazes a aumentar e manter os níveis de vitamina D quanto suplementos de vitamina D2 e vitamina D3.

A equipa  investigou 30 adultos saudáveis divididos em três grupos que tomaram respectivamente cápsulas contendo 2 mil Unidades Internacionais (UI) de vitamina D2, 2 mil UI de vitamina D3 e 2 mil UI de cogumelo em pó com vitamina D2, uma vez por dia, durante 12 semanas no Inverno.
Os níveis de vitamina D nos três grupos aumentou gradualmente e estabilizou ao fim de sete semanas. Estes níveis foram mantidos durante as cinco semanas seguintes.

Fonte
isaude.net

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Sal, açúcar e gordura: como as grandes empresas nos enganam


Ando a ler o livro "Salt, sugar and fat. How the food giants hooked us", de Michael Mass, um jornalista premiado do New York Times, que comprei recentemente em Londres, sobre algumas maroscas  das grandes empresas de processamento alimentar (em cima a capa na Amazon). Uma das causas da epidemia de obesidade radica precisamente aí, na má oferta de produtos alimentares por parte de empresas responsáveis por grande consumo. Só estou a meio e é desde já uma leitura que recomendo. Voltarei a falar do livro.

DIZ-ME A TUA PULSAÇÃO, DIR-TE-EI A TUA LONGEVIDADE


Um estudo realizado por médicos dinamarqueses, publicado na revista "Heart", que se baseou na observação ao longo do tempo de um conjunto de homens de meia dade e idade avançada, concluiu que a pulsação era um bom indicador da longevidade: quanto mais baixo fosse, mais seriam os anos de vida (supondo que os outros factores que afectam a longevidade são os mesmos). Leia aqui:

http://well.blogs.nytimes.com/2013/04/19/heart-rate-as-a-measure-of-life-span/?ref=health

Fica a pergunta: e as mulheres?


sexta-feira, 19 de abril de 2013

HUMOR: DORMIR EM PÉ

- Doutor, pode receitar-me alguma coisa contra o sonambulismo?
- Não, a senhora precisa do exercício!

CAMINHAR FAZ BEM AO CORAÇÃO


Caminhar faz bem ao coração, e até pode fazer tão bem como correr, como informa esta notícia no sítio do jornal Público, que dá conta dos resultados de um estudo médico com uma amostra muito numerosa:

http://www.publico.pt/sociedade/noticia/caminhar-faz-tao-bem-ao-coracao-como-correr-1591848

terça-feira, 16 de abril de 2013

TRATAMENTO DA OBESIDADE EM PESSOAS COM DEFICIÊNCIA MENTAL

Um artigo recente no sítio do "New York Times" trata das pessoas com problemas de saúde mentais que têm problemas de sobrepeso ou obesidade. Algumas delas dependem da administração regular de  medicamentos. Pode-se fazer algo com elas e por elas? Claro que pode, como informa o artigo.
Destaco a pasagem:

"People with serious mental illnesses, like schizophrenia, bipolar disorder or major depression, are at least 50 percent more likely to be overweight or obese than the general population. They die earlier, too, with the primary cause heart disease."

Pode ler o resto aqui:

http//well.blogs.nytimes.com/2013/04/15/a-battle-plan-to-lose-weight/?ref=science

HUMOR: RECEITA PARA A REDUÇÂO DOS CUSTOS DE SAÙDE


Um cadeado para o frigorífico!

DISCUSSÃO MÉDICA SOBRE OBESIDADE

Uma boa e actualizada discussão médica sobre obesidade encontra-se nesta estação de rádio, na Web, exclusivamente dedicada a temas de medicina e saúde:

http://www.md-fm.com/Player-id-819-log-44eacadc93c5c301725daca6da37c73a-comefrom-yes.html

Para além do som e texto em inglês, podemos acompanhar as legendas em português. E, depois de ouvirmos esta discussão, podemos encontrar outros programas da actualidade médica (alguns com vídeo) nesta estação. Chamou-me particular atenção um sobre microorganismos intestinais, um tema que cada vez mais tem relevância na discussão da obesidade e dietas:

http://www.md-fm.com/Vreport.html

sexta-feira, 12 de abril de 2013

REFOOD: Contra fome e o desperdício alimentar

Enquanto preparava uma sessão intitulada "comer bem em tempo de crise", para apresentar mais logo numa Escola Secundária aqui em Coimbra, encontrei a Refood, um projecto de solidadriedade social que pretende transformar Lisboa na primeira cidade do mundo sem desperdício alimentar. Os voluntários vão aos restaurantes, recolhem a comida que sobrou e entregam-na às famílias carenciadas. O mentor do projecto é o norte-americano Hunter Halder. Ontem foi noticiado o alargamento do projecto Refood a mais freguesias da cidade de Lisboa. Ler notícia aqui.

quinta-feira, 11 de abril de 2013

OBESIDADE INFANTIL EM PORTUGAL

Este vídeo publicado pela Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil (APCOI) explica muito bem as causas e as consequências do excesso de peso nas nossas crianças. Recomendo a sua visualização a todos os adultos que, de algum modo, têm responsabilidade na educação e formação de crianças e jovens.




"Relógio biológico" e nutrição

Quando andava na net à procura de informação sobre a melhor hora do dia para a prática de exercício físico encontrei, entre outros, este texto interessante do meu colega nutricionista Victor Hugo Teixeira intitulado "Cronobiologia e Nutrição". Partilho-o aqui convosco porque dá resposta algumas questões que me colocam frequentemente:

Cronobiologia e Nutrição
"Já alguma vez se questionou sobre a razão de acordarmos frequentemente antes de o despertador tocar? Ou de sentirmos fome a determinadas horas do dia mesmo sem termos visto alimentos? Estes são exemplos de comportamentos que se manifestam por indicação do nosso "relógio biológico", o núcleo supraquiasmático.
 
Esta pequena estrutura cerebral dita o ritmo dos processos fisiológicos e comportamentais. A duração de cada ciclo é circadiana (ou seja, cerca de um dia), pelo que o núcleo supraquiasmático precisa de receber informação das células ganglionares da retina para "acertar o relógio" às 24 horas.

Desta forma, o sincronizador mais potente do nosso "relógio biológico" é, sem dúvida, a luz solar. A evolução deste mecanismo foi fundamental para a adaptação do organismo ao movimento de rotação da Terra, permitindo organizar temporalmente as tarefas biológicas em função das necessidades.

O núcleo supraquiasmático integra a informação ambiente e comunica, por via neuronal ou hormonal, com os tecidos periféricos ritmando e sincronizando a sua função.

O relógio circadiano controla vários processos biológicos, tais como os ciclos de sono, a actividade cardiovascular, o sistema endócrino, a temperatura corporal, a actividade renal, a fisiologia do tracto gastrointestinal e o metabolismo hepático. Os níveis mais elevados de pressão arterial, frequência cardíaca e vasoconstrição, por exemplo, são atingidos no segundo quarto do dia (6h-12h), o que pode explicar a maior taxa de mortalidade cardiovascular neste período. Esta conjuntura levantou algumas questões quanto ao melhor momento para a administração de fármacos para a redução do risco cardiovascular. Noutro contexto, há alguma investigação em humanos que indica que o risco de recidiva tumoral é 2,5 vezes maior quando a quimioterapia é feita de manhã do que à noite.(...)"

Ler mais aqui.


segunda-feira, 8 de abril de 2013

DIA MUNDIAL DA SAÚDE 2013: Controlar a Hipertensão Arterial

A Hipertensão Arterial (HTA) foi o tema escolhido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para celebrar o Dia Mundial da Saúde 2013, comemorado anualmente no dia 7 de abril, data do aniversário da OMS.

A HTA potencia o risco de ataques cardíacos, derrames cardiovasculares e insuficiência renal. Pode ainda causar cegueira, irregularidades do ritmo cardíaco e insuficiência cardíaca. O risco de desenvolver estas complicações é maior na presença de outros fatores de risco cardiovasculares, tais como a diabetes. No mundo, um em cada três adultos tem HTA, situação que pode ser prevenida e tratada.

Medidas a adoptar para diminuir a hipertensão arterial:

  • Reduzir a ingestão de sal e de compostos de sódio (consultar os rótulos dos alimentos);
  • Optar por uma dieta equilibrada mais rica em frutas e legumes;
  • Evitar o uso excessivo de bebidas alcoólicas;
  • Fazer exercício físico regularmente (caminhar duas a três horas por semana);
  • Manter um peso corporal saudável;
  • Evitar o tabaco;
  • Reduzir o stresse.
Fonte
portaldasaude.pt

terça-feira, 2 de abril de 2013

COLESTEROL: A QUEDA DE UM MITO?

A revista Activa deste mês tem um artigo muito interessante sobre o colesterol no qual colaborei. Vale a pena ler "O mito do colesterol", por Bárbara Bettencourt. Deixo-vos um pequeno excerto para aumentar a curiosidade:

"Durante anos ouvimos que não deveríamos comer mais do que um a dois ovos por semana. Um ovo tem cerca de 213mg de colesterol, o que quase atinge o limite dos 300mg de ingestão diária recomendados. Alguns estudos vieram entretanto reabilitar os ovos para a dieta. Uma pesquisa da Escola de Saúde Pública de Harvard confirmou que comer um ovo por dia não aumenta o risco de ataque cardíaco ou derrame."

O CORPO DE VERÃO GANHA-SE NO INVERNO

Terminados os doces, as amêndoas e os ovos da Páscoa é hora de voltar à estrada. O Inverno longo e chuvoso não nos tem ajudado a emagrecer, mas os dias já estão maiores e mesmo que a chuva não dê tréguas não dá para adiar mais.

Como diz na imagem: "o corpo de Verão ganha-se no Inverno". Subscrevo!!