Q&R # 7: Qual a dieta para tratar o fígado gordo?

Q - "Tenho 31 anos, 1,60m e 80kg e a médica na semana passada diagnosticou-me fígado gordo e deu-me medicação para baixar o colestrol e os triglicerideos. Estou muito desorientada e preciso de ajuda porque não sei bem o que posso e o que não posso comer por causa do fígado."

R - Tal como esta leitora, um número crescente de portugueses sofre de fígado gordo não alcoólico (FGNA), uma doença identificada pela inflamação do fígado devido à acumulação de gordura nas células hepáticas. É mais frequente em indivíduos obesos, com diabetes, sobretudo diabetes tipo II, e que têm hiperlipidemia (valores elevados do colesterol e triglicerídeos no sangue).  

Para tratar ou prevenir o FGNA é necessário alterar os hábitos alimentares para uma dieta saudável e equilibrada e iniciar actividade física regular com vista ao emagrecimento.

Dieta e Nutrição para tratar o FGNA:

Frutas e Vegetais
Coma mais vegetais apostando muito na sopa. Não me canso de dizer que a sopa é um alimento inigualável quer no que se refere ao conteúdo em fibras, quer em nutrientes antioxidantes que combatem os radicais livres preservando a saúde das células. A sopa é a maior aliada de um fígado em forma, mas as saladas cruas também são benéficas para perder peso e gordura. Quanto às frutas, as menos doces, como morangos, mirtilos, kiwis, maracujás e framboesas, são mais vantajosas pois a frutose em excesso faz aumentar a gordura no fígado. Optar por uma dieta mais rica em vegetais faz perder peso ao longo do tempo.

Gorduras Saudáveis
A alimentação deve ser pobre em gorduras. Para cozinhar e temperar deve usar o azeite, a gordura mais saudável pelo seu conteúdo em ácidos gordos monoinsaturados. Mas atenção à quantidade: o azeite é saudável, mas deve ser usado com muita moderação, pois não deixa de ser uma gordura.

A manteiga é a única gordura saturada natural que devemos escolher para barrar o pão ou confeccionar um bolo. As margarinas vegetais são saturadas artificialmente e está provado que são as mais prejudiciais, apesar da publicidade apregoar o contrário.

Privilegie os alimentos que contenham ácidos gordos ómega-3 pois ajudam a reduzir a inflamação, o que é desejável para uma situação de fígado gordo. .Estas gorduras estão presentes no salmão, sardinha, cavala, atum, arenque, frutos secos e ovos.

Evite as margarinas, mesmo as vegetais, e os alimentos processados como bolachas, massas folhadas, algumas refeições prontas, carnes fumadas e fast-food porque contêm gorduras prejudiciais.

Carnes Magras, Peixe e Proteínas
Coma uma porção de carne magra por dia, de frango, peru ou porco (as partes magras). Para a outra refeição o salmão, a cavala ou a sardinha são óptimas escolhas, pois contêm ácidos gordos ómega-3. 
Para os vegetarianos a fonte de proteína está nos ovos, nas leguminosas e seus derivados, como grão-de-bico, feijão, soja e tofu.

Carboidratos
Os carboidratos são os principais responsáveis pelo fígado gordo. Evite alimentos com açúcar ou com carboidratos de alto índice glicémico pois são fácil e rapidamente convertidos em açúcar durante o processo digestivo e o excesso é posteriormente transformado em gordura que se fixa no fígado e no tecido adiposo. Incluem-se aqui os refrigerantes, pão de forma e outros pães ​feitos com farinha branca, doces com açúcar refinado, cereais de pequeno-almoço (incluindo os corn-flakes), o arroz branco, a batata e todos os alimentos que contenham muito amido. Troque-os por alimentos integrais como pão integral, arroz e massa integrais. Quanto aos cereais de pequeno-almoço os melhores são os flocos integrais de aveia, de centeio ou de cevada ou uma mistura do tipo muesli, mas sem açúcar, nem frutos desidratados.

Hidratação
Hidratação também é essencial. Beba de seis a oito copos de água ou de uma infusão sem açúcar, por dia.

Cuidado com o álcool. Se está preocupada com o seu fígado, elimine totalmente o seu consumo ou então beba-o com muita moderação. E não beba refrigerantes. Têm quantidades excessivas de açúcar e frutose!


Postar um comentário

Postagens mais visitadas