Q&R #2



Declarações sobre consumo de água que fiz à revista Recicla da Sociedade Ponto Verde e cuja publicação foi censurada: 

Qual é a importância do consumo regular de água para a nossa saúde?
´
O nosso corpo é constituído principalmente por água. A água contribui com cerca de 60% do peso de um adulto jovem, diminuindo essa percentagem à medida que a idade avança. A água é essencial ao bom funcionamento do nosso organismo por ser responsável pelo transporte de nutrientes e de outras substâncias, pela regulação térmica, pela construção e reparação dos tecidos e pela eliminação de substâncias tóxicas. Perdemos diariamente quantidades significativas de água através da pele, do aparelho respiratório, da urina, fezes e outras secreções. Ao contrário do que acontece com outros nutrientes, não conseguimos armazenar água, pelo que é indispensável a sua ingestão diária. Sem beber água a vida torna-se impossível ao fim de três dias.

- Quanta água, em média, devemos beber por dia?

A quantidade de água necessária por dia para cada indivíduo varia de acordo com a sua idade, sexo, actividade física, temperatura ambiente, estado de saúde, hábitos alimentares, consumo de álcool e tabaco, etc. Adultos saudáveis em condições normais devem beber diariamente cerca de dois litros, o que se consegue não só ingerindo água da torneira ou engarrafada, como também bebendo outras bebidas, como chá, café, leite, sumos, etc., que contêm água, assim como ingerindo alimentos de origem vegetal como sopas, frutas e legumes, que têm uma proporção considerável de água na sua composição.

- Do ponto de vista de benefícios para a saúde, existem diferenças entre beber água engarrafada (mineral natural e de nascente), ou água da torneira (de boa qualidade)? As características que as diferenciam têm impacto no organismo?

A água da torneira tem boa qualidade e é muito mais barata do que a água engarrafada. Não há nenhuma vantagem para a saúde em trocar a água da torneira por água engarrafada, No entanto, esta última  pode  ser útil em diversas situações como, por exemplo, para levar para o trabalho, para o ginásio ou para preparar um biberon de leite fora de casa para o bébé. Há também pessoas que não apreciam o sabor da água de torneira de algumas zonas, sendo  para elas a água engarrafada uma boa alternativa.
 
- E há diferenças para a saúde entre águas com ou sem gás?

As pessoas saudáveis podem beber tanto água com gás como sem gás, é uma questão de gosto. A diferença entre esses tipos de água, além do gás dissolvido, reside na quantidade de minerais. Em geral, as águas com gás são mais mineralizadas, o que não traz problemas para a saúde. A presença de bicarbonato facilita até a digestão, razão por que muitas pessoas bebem água com gás no fim de uma refeição maior. Contudo, há que ter alguns cuidados na ingestão de águas muito mineralizadas: por exemplo, as pessoas com hipertensão deverão moderar o consumo de águas com teor de sódio elevado.

- Diz-se que, quem só bebe água engarrafada, deve ir mudando de marca ao longo do tempo. Porquê?

Cada marca de água engarrafada tem uma origem única, caracterizando-se pela sua composição mineral determinada pela Natureza. Há águas ácidas, neutras e alcalinas. As águas ácidas são pouco mineralizadas e leves; por seu lado, as águas alcalinas ou básicas são mais mineralizadas e pesadas. Quem só bebe água engarrafada fará bem em escolher água pouco mineralizada ou, no caso de águas mais mineralizadas, em mudar de marca de vez em quando, de modo a consumir minerais diferentes em proporções diferentes
- Hoje existe um  vasto leque de águas, sobretudo na gama dos sabores. Como avalia esses novos produtos? Continuam a ser água, com os seus benefícios?

A maioria das águas aromatizadas, que encontramos no mercado, é doce e contêm, além de açúcar ou adoçante, outros aditivos. São, por isso, de evitar. A familiarização ao sabor adocicado, principalmente se iniciada na infância, pode conduzir a hábitos alimentares pouco saudáveis. Essas bebidas nunca são uma boa alternativa à água. Em particular, o consumidor deve desconfiar de águas cuja publicidade promete emagrecimento, diminuição de apetite ou regulação do trânsito intestinal. São mais caras e não têm os efeitos anunciados.
2 comentários

Postagens mais visitadas