Licopeno presente no tomate reduz risco de derrame cerebral

Investigadores da Universidade Leste da Finlândia acompanharam 1031 homens com idades entre 46 e 65 anos, durante 12 anos. Os níveis de licopeno foram medidos durante esse tempo, e o que se constatou foi que pessoas com níveis mais baixos da substância tiveram mais probabilidade de sofrer acidente vascular cerebral, também conhecido como derrame cerebral.

O mesmo estudo analisou os níveis de carotenos, vitamina E e vitamina A, e não foi encontrada nenhuma relação entre essas vitaminas e o risco de derrame.
Fonte: saude.terra.com.br
Postar um comentário

Postagens mais visitadas