É nas pequenas refeições que se pode poupar mais dinheiro

Ontem à tarde, ainda a propósito do Dia Mundial da Alimentação, fui convidada para ir a um Jardim de Infância falar com os pais das crianças sobre "Comer bem em tempo de crise" que é um tema cuja pertinência é indiscutível. Falei sobre a obesidade infantil, sobre a alimentação para a saúde, dei exemplos de refeições equilibradas e comparei-as com outras habituais à mesa de muita gente, mas que são desequilibradas e pouco recomendáveis para consumo diário. Consultei os preços dos dois tipos de refeições no sítio do Continente Online e fiz um quadro comparativo dos preços da alimentaçao (seis refeições) para uma pessoa e para um dia. A conclusão a que cheguei é que, nas pequenas refeições, se pode poupar mais dinheiro. Vejamos para as quatro refeições mais pequenas do dia: se se trocar leite com cereais por um copo de leite e um pão com manteiga ao pequeno-almoço, um bolo a meio da manhã por uma fruta, um iogurte grego e quatro bolachas por um iogurte de aromas e quatro tostas, um croissant e um sumo por um copo de leite e um pão, conseguimos obter uma poupança de cerca de três euros. Parece pouco, mas ao final de um mês representa uma poupança de 90 euros e ao final de um ano são 1080 euros. É significativo! E só estamos a falar da alimentação diária de uma pessoa. Pensem nisto na hora de ir às compras! 
1 comentário

Postagens mais visitadas