Caminhar a maior ritmo reduz o risco de enfarte e de AVC

Um estudo realizado com mais de 10 mil pessoas, com idades compreendidas entre os 21 e os 98 anos, durante dez anos, na Dinamarca, sugere que é a intensidade e não a duração do exercício que beneficia o coração.

Caminhadas mais rápidas podem reduzir o risco de ter ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral para metade. A informação foi revelada por investigadores do Bispebjerg University Hospital, na Suécia.

Fonte:
isaude.net


Postar um comentário

Postagens mais visitadas