SALA DE CONSULTA # 3: Foi a Fernanda que me pôs a correr

Não resisto a contar-vos o caso da Fernanda, uma senhora de 47 anos que apareceu na minha consulta há dois anos, em Julho de 2010, com 14 quilos a mais e que me pôs a correr. Eu explico: a Fernanda chegou até mim com um quadro de obesidade e valores de colesterol, triglicerídeos e glicémia bem acima dos recomendados. Ela tem 1,53 m de altura e pesava, na altura, 80 kg o que dava um IMC de 34,2 kg^m2. Durante oito meses ela foi cumprindo rigorosamente as minhas recomendações e atingiu os 66 kg,  o que estimei ser o peso ideal, de acordo com a sua composição corporal. O organismo da Fernanda estabilizou ali, nos 66 kg, e tem mantido o peso até hoje à custa da alimentação que se habituou a fazer e à custa de uma caminhada que faz religiosamente todos os dias, durante 60 minutos, quer chova quer faça sol. Um dia, porém, o marido da Fernanda sofreu um acidente de viação ficando com uma grave lesão numa perna que o obrigou durante alguns meses a frequentar sessões de fisioterapia. A Fernanda tinha de o acompanhar e deixou de ter tempo para as suas caminhadas, mas lembrou-se que eu lhe tinha dito que, se não conseguisse fazer uma hora de caminhada, então devia fazer menos tempo, mas em corrida, o que valeria o mesmo em gasto energético. Assim fez. Não tinha tempo para caminhar antes de jantar por causa da fisioterapia do marido, mas passou a correr meia hora depois de, segundo ela, arrumar a cozinha do jantar. Resultado, apareceu-me aqui na consulta dois meses depois com o mesmo peso, 66 kg, mas com uma composição corporal muito melhor. A corrida fê-la eliminar cinco quilos de gordura abdominal e isto deixou-me surpreendida. Comprei uns ténis de corrida e, em vez de caminhada, passei eu, tal como a Fernanda, a correr. Eu que detestava correr, que detestava transpirar, fiquei rendida... Dá o mesmo resultado em menos tempo e passei a recomendar essa actividade às pessoas que me procuram para perder peso e também às pessoas que me perguntam como é que se perde a gordura abdominal. Quem é que não quer perder a inestética gordura acumulada na barriga?

Postar um comentário

Postagens mais visitadas