O bacalhau da minha consoada

Segundo o dicionário Houaiss da língua portuguesa, consoada é uma "leve refeição nocturna, sem carne, que se toma em dia de jejum" ou "ceia familiar da noite de Natal". 

Não há tradição mais portuguesa que o bacalhau cozido com couve regado com bom azeite, na noite de consoada. É porventura o modo mais saudável de comer o "fiel amigo". Na minha família não há sequer alternativa por estes dias. Desde que me conheço que o bacalhau cozido está sempre presente na consoada. Somos 33 mais um (como diria o Paulo Futre) à mesa, entre avós, filhos, genros, noras, netos e o bacalhau que chega à mesa aferventado (como dizia a minha avó), socorrendo-se a minha mãe, para isso, de panos que o embrulham nas travessas. A sopa da consoada lá de casa também é de bacalhau. É uma sopa de sabor único, uma sopa que só se faz no Natal. A receita da minha avó é tradição na Beira Alta e leva batata, cebola, couve, hortelã, azeite e bacalhau cozido e desfiado. Uma delícia que sabe mesmo a Natal!

Desejo a todos os seguidores e visitantes um Santo e Feliz Natal!
Ana Carvalhas 
1 comentário

Postagens mais visitadas