366 milhões de diabéticos em todo o mundo

A cada sete segundos, uma pessoa morre em consequência da diabetes, revelou a federação internacional que representa a doença, estimando que em todo o mundo existam 366 milhões de doentes com esta patologia. Os números foram avançados no Congresso Europeu de Diabetes, que decorreu na semana passada em Lisboa.

A Federação Internacional da Diabetes (FID) alertou ainda que esta epidemia global está a agravar-se e considera o número de casos estimados “impressionante”.

A FID reclama medidas concretas para travar esta “epidemia”, exortando as autoridades de saúde das Nações Unidas, que se reúnem na próxima semana, a focarem-se nas doenças crónicas e a comprometerem-se com metas específicas para prevenir casos e investir em mais pesquisa.

Estima-se que a diabetes seja responsável por 4,6 milhões de mortes todos os anos e que os sistemas de saúde gastem 465 mil milhões de dólares por ano no combate à doença, incluindo a diabetes tipo 1 e tipo 2.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas