Estou no Rio


Estou no Rio há uma semana, mas "estou voltando". Apesar dos oito mil quilómetros que me separam de casa tive, o tempo todo que durou a minha estadia aqui, a óptima sensação de continuar em casa. Dei comigo a pensar que o motivo não podia ser só pela partilha da língua portuguesa. É sobretudo pelo carinho, simpatia, hospitalidade e boa disposição com que os brasileiros nos recebem aqui, na sua terra. Percebi, em conversas, que muitos são descendentes ou têm familiares portugueses e fiquei orgulhosa. Ainda não parti, mas já sinto saudades da paisagem, da comida carioca, baiana ou mineira, da água de coco, do calçadão das praias de Copacabana e Ipanema, dos saborosíssimos "sucos" de fruta tropical à venda nos botecos a cada esquina, da jabuticaba, um fruto que nasce no tronco de uma árvore e só há aqui no Brasil, do chorinho tocado no botequim de esquina e do saxofone tocado na rua, dos temerários surfistas, dos vendedores de rua, das feiras populares, dos shoppings ultrachiques do Leblon ou da Barra... Levo o Brasil no coração e uma enorme vontade de voltar porque o Rio é mesmo como diz a canção "uma cidade abençoada por Deus e bonita por Natureza".

Postar um comentário

Postagens mais visitadas