Prevenção do Alzheimer é possível em mais de 50% dos casos

De acordo com um estudo publicado no jornal Lancet Neurology mudanças no estilo de vida, combinadas com o tratamento e prevenção de doenças crónicas como obesidade, diabetes e hipertensão podem evitar mais de 51% dos casos de doença de Alzheimer. No mundo inteiro existem actualmente cerca de 34 milhões de pessoas com doença de Alzheimer e é esperado que este número triplique nos próximos quarenta anos.

Deborah Barnes, coordenadora da investigação, após a análise de dados de centenas de milhares de pacientes em todo o mundo, concluiu que os maiores factores de risco modificáveis para a doença de Alzheimer são, por ordem: baixa escolaridade, tabagismo, sedentarismo, depressão, hipertensão na meia-idade, diabetes e obesidade na meia-idade.

Esta é uma boa notícia para os filhos de doentes de Alzheimer que têm normalmente a preocupação de poder vir a herdar a doença dos pais.


Referência
Deborah E. Barnes, Kristine Yaffe. The projected effect of risk factor reduction on Alzheimer's disease prevalence. Lancet Neurology, 2011
Postar um comentário

Postagens mais visitadas