ORIGEM EGÍPCIA DA CONTAMINAÇÃO COM E. COLI?

Segundo noticia o jornal Público (aqui) a origem do surto das graves contaminações - 4000 casos com 48 mortos até agora - registadas na Alemanha e em Franca com uma estirpe nova da bactéria Escherichia Coli, que de início foi erradamente atribuída a pepinos espanhóis, e depois atribuída a rebentos de soja alemães, pode, em última analise, dever-se a sementes de feno-grego (alforva), provenientes do Egipto. Pelo menos parece existir essa ligação em casos tanto na Alemanha como em França. O feno-grego (na figura) é uma planta que dá origem a uma especiaria que entra no caril indiano. Haverá razões para não comer caril? Não, de forma nenhuma, eu ainda ontem comi! Os alarmismos exagerados são sempre de evitar... Os estudos prosseguem e vai-se saber mais sobre a origem desta nova doença.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas