Uma má alimentação durante a gravidez pode determinar a diabetes do filho


Durante a gravidez a alimentação deve ser ajustada às necessidades especiais que se estabelecem nesse período de forma a garantir o bom desenvolvimento do novo ser e a saúde da mãe. A dieta durante os períodos de crescimento e desenvolvimento, como acontece durante os nove meses da gravidez, é considerada um factor ambiental decisivo para a saúde futura do bebé.

A epigenética é um ramo recente da biologia que estuda o modo como o ambiente e as opções de vida podem influenciar, a curto prazo, o nosso código genético e o dos nossos filhos. Está perfeitamente estabelecido que os factores ambientais interagem com os genes ao longo da vida, afectando a expressão desses mesmos genes e, consequentemente, a função dos tecidos e o risco de doença.

O gene Hnf4a desempenha um papel importante durante o desenvolvimento do pâncreas e, mais tarde, na produção de insulina. Desta forma, os investigadores da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, colocaram a hipótese de que a dieta adoptada durante a gravidez influencia a expressão deste gene mais tarde na vida, e consequentemente, o risco de diabetes. Para testar esta teoria os investigadores liderados por Susan Ozanne utilizaram um modelo animal, onde a alteração do conteúdo proteico da dieta da mãe durante a gravidez conduzia ao desenvolvimento de diabetes tipo 2 nas crias, na idade adulta. O estudo, publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences, revelou que a expressão do gene Hnf4a é regulada pela dieta materna através de modificações epigenéticas do ADN.
1 comentário

Postagens mais visitadas