Aspirina Reduz o Número de Mortes Por Cancro


Segundo um estudo publicado no jornal médico britânico The Lancet, a aspirina pode também ser utilizada na prevenção de alguns tipos de cancro. Os cientistas revelam que uma dose diária de 75 miligramas de aspirina pode reduzir em 20 a 30 por cento a possibilidade de se morrer por vários tipos de cancro, como os do esófago, pulmão, estômago ou pâncreas. A investigação realizada na Universidade de Oxford envolveu os dados de 25000 pacientes e tinha como objectivo inicial perceber melhor o impacto da aspirina na prevenção de ataques cardíacos. A análise dos dados permitiu, no entanto, concluir que houve uma redução do risco de cancro total em cerca de 20%. O decréscimo das mortes por cancro do esófago foi de 60%, a taxa de sucesso mais elevada, o risco de cancro nos intestinos registou uma diminuição drástica de 40%, o cancro nos pulmões reduziu em 30% e o cancro da próstata 10%.

Segundo o artigo, os benefícios são visíveis cinco anos após a toma diária de 75 miligramas de aspirina, independentemente do sexo ou de factores de risco como ser ou não fumador.

Mas fica o alerta: a aspirina, como qualquer medicamento, só deve ser tomada mediante uma prescrição do médico.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas