Dia Mundial do Ovo


Há dias para tudo... Comemorou-se ontem o Dia Mundial do Ovo, uma iniciativa da International Egg Commission que instituiu a segunda sexta-feira do mês de Outubro, desde 1996, para lembrar que o ovo é um alimento perfeito para qualquer refeição.

Aproveito para desmistificar o conceito de que o consumo de ovos faz mal à saúde porque faz subir o colesterol. Inúmeros estudos têm demonstrado que comer um ou mais ovos por dia, como parte de uma alimentação equilibrada, tem pouco efeito nos níveis de colesterol do sangue não aumentando o risco de doenças cardiovasculares em adultos saudáveis. Está provado que são as gorduras saturadas e as gorduras hidrogenadas (gorduras trans) as principais responsáveis pelo aumento dos níveis de colesterol sanguíneo e há trabalhos a atribuir as culpas do colesterol elevado ao consumo exagerado de açúcar ou aos hidratos de carbono muito refinados que fazem engordar facilmente.

Nutricionalmente o ovo é um alimento precioso. Cada unidade de tamanho L fornece cerca de 75 quilocalorias e é boa fonte de tiamina, riboflavina, ácido fólico e vitaminas B12 e B6 (essenciais para a produção de energia). Tem proteínas de elevada qualidade devido ao perfil de aminoácidos essenciais, cerca de seis gramas por ovo, que correspondem a 13% da quantidade diária recomendada. As características nutricionais do ovo fazem dele um alimento a priveligiar pelos praticantes de desporto porque contribuem para o ganho de força muscular e para a regulação dos níveis glicémicos.
1 comentário

Postagens mais visitadas