OMS estabelece limites na utilização de melamina nos alimentos


Ainda está na nossa memória recente a intoxicação dos bebés chineses por melamina adicionada ao leite em pó em 2008, em que seis crianças morreram e outras 300 000 foram afectadas. Talvez, por isso, a Organização Mundial de Saúde (OMS) fixou a quantidade máxima de melamina, composto químico usado na fabricação de resinas plásticas, nos alimentos de modo a não provocar intoxicações. Baixos níveis de melamina não prejudica a saúde, mas em grande quantidade torna-se tóxica. Assim, ficou estabelecido o limite é de 1 mg/kg para os alimentos líquidos e 2,5 mg/kg para os sólidos.
A decisão foi tomada por unanimidade entre os analistas da OMS, no passado mês em Genebra, durante a sessão anual do Comite do Codex Alimentarius, criado para regulamentar o setor de alimentação.

Fonte
http://www.isaude.net
Postar um comentário

Postagens mais visitadas