CRIANÇAS OBESAS PODEM SER SEPARADAS DOS PAIS


Notícia do Público de hoje:
"Pais que não procurem ou rejeitem ajuda, que falhem sistematicamente consultas, que se descuidem nas dietas prescritas e que não tentem reduzir o peso de filhos que sofram de obesidade que comprometa de forma perigosa a saúde, devem ser acusados de negligência?
Sim, diz uma equipa de especialistas de saúde infantil do Reino Unido, sublinhando que não é o peso da criança em si que determina se há negligência, mas a atitude empenhada ou não dos pais."

Acho uma atitude demasiado radical sobretudo porque ainda não houve, no nosso país, nenhuma campanha que apele fortemente para as consequências da obesidade na saúde da criança. São terríveis! E eu confesso que ando assustada com o número de casos. Os pais parecem ter adoptado uma atitude passiva face à alimentação dos mais novos. Quem manda são eles. E o resultado está à vista!
2 comentários

Postagens mais visitadas