Pular para o conteúdo principal

Medicina Anti-envelhecimento


Informação recebida da Organização do Congresso:

Realiza-se a 21 e 22 de Maio, no Hotel Miragem em Cascais, o "Third Annual Congress in the Iberian Peninsula on Anti-Aging Medicine and Biomedical Technologies" (link aqui).

Um dos eventos associado ao Congresso é um Serão com a participação especial de David Servan-Schreiber, autor do best-seller traduzido em português “AntiCancer: A New Way of Life” sobre prevenir e vencer o cancro, usando as nossas defesas naturais.

David Servan-Schreiber (na imagem) nasceu em França em 1961. Estudou e trabalhou nos Estados Unidos e no Canadá, onde foi um dos fundadores, e depois director, do Centro de Medicina Complementar da Universidade de Pittsburgh. Doutorado em Ciências Neurocognitivas pela Universidade Carnegie Mellon, sob orientação de Herbert Simon, pai da inteligência artificial e Nobel de Economia, e de James McClelland, pioneiro da teoria das redes neuronais, David Servan-Schreiber viu-se confrontado com um diagnóstico de cancro. A luta pessoal contra a doença mudou a sua vida para sempre. Hoje partilha essa notável experiência e conhecimento nas suas obras e conferências. Seguro de que somos responsáveis pela nossa própria saúde e processo de cura, David Servan-Schreiber é convidado do 3º Congresso Anual Ibérico de Medicina Anti-Envelhecimento e Tecnologias Biomédicas, onde vai falar da sua experiência e mostrar de que modo as técnicas e instrumentos anti-envelhecimento, como a dieta alimentar ou o estilo de vida, são poderosas e eficazes armas contra a doença.

Um outro convidado do congresso falará sobre o potencial da Dieta do Paleolítico na prevenção e tratamento do excesso de peso, diabetes e doenças cardiovasculares. O autor da recente obra, “Food and Western Disease”, o investigador Staffan Lindeberg apresenta no 3º Congresso Anual da Península Ibérica de Medicina Anti-Envelhecimento o conceito de dieta do Paleolítico (dieta da Idade da Pedra) enquanto regime alimentar capaz de prevenir o excesso de peso, diabetes e doenças cardiovasculares.

Staffan Lindeberg é Professor Associado no Departamento de Medicina da Universidade de Lund, Suécia. Durante a sua formação em Medicina Geral e Familiar interessou-se pelos aspectos evolutivos da alimentação. Na passada década de 90, dedicou-se ao estudo da população nativa de Kitava, nas Ilhas Trobriand em Papua Nova Guiné, Pacífico Ocidental, a qual não sofre de AVC, doença coronária, diabetes, excesso de peso ou hipertensão. O estudo permitiu constatar que a dieta Kitavan tem a capacidade de proporcionar um estado de saúde notável. Como muitos outros grupos não industriais, os Kitavans comem alimentos inteiros, naturais, amplamente consistentes com a dieta dos nossos ancestrais. Em contrapartida, somente nas populações ocidentais, o envelhecimento é predominantemente acompanhado pelo aumento de peso e da pressão arterial, bem como de várias outras alterações.

Staffan Lindeberg descobriu no passado importantes pistas para a resolução de alguns dos problemas de saúde mais actuais, associados ao envelhecimento: a incidência de doenças cardiovasculares, hipertensão, diabetes, excesso de peso.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Leite sem lactose não é para diabéticos

Ontem de tarde, durante a consulta de atendimento a diabéticos, um dos utentes pôs-me a questão se o leite sem lactose seria o melhor para os diabéticos. A dúvida faz todo o sentido uma vez que a lactose é o açúcar natural do leite. No entanto, este leite foi criado para pessoas intolerantes à lactose, que não digerem bem o leite por deficiente produção de lactase, a enzima necessária ao desdobramento da lactose.

Então porque é que é que o leite com 0% lactose não é bom para diabéticos?

A lactose é um hidrato de carbono complexo (dissacárido) formada por duas moléculas de hidratos de carbono simples, a glicose e a galactose (monossacáridos). O leite com 0% lactose não tem, de facto lactose, mas tem os seus constituintes, a glicose e a galactose, que são açúcares simples que fazem subir a glicémia (glicose no sangue) mais facilmente. Quem prova este leite não tem dúvidas: ele é mais doce e foi por isso que o referido doente estranhou e me apareceu com o pacote de leite sem lactose na mão…

COUVE LOMBARDA SALTEADA

Ontem para o jantar fiz couve lombarda salteada com bifinhos de peru grelhados.  É um prato super fácil de fazer que se prepara em 15 minutos.

INGREDIENTES (para quatro pessoas)
Meia couve lombarda
1 cenoura
2 colheres de sopa de azeite
2 dentes de alho
sal marinho q.b.

Depois de lavar a couve, corte-a em juliana. Descasque e rale a cenoura. 
Numa frigideira coloque o azeite e os alhos picados até estes começarem a fritar. Junte a couve, a cenoura e um pouco de sal. Deixe cozinhar cerca de oito minutos mexendo com frequência (se gostar da couve mais cozida deixe cozinhar mais tempo). Está pronto! 

Acompanhei com bifinhos de peru grelhados, temperados com pimenta, pouquíssimo sal, mas com muito sumo de limão. 

Esta couve também fica bem a acompanhar qualquer tipo de peixe.
Experimentem!

O segredo de cozinhar bróculos verdes e nutritivos

Do livro "A cozinha é um laboratório" (Fonte da Palavra, 2009) transcrevo alguns conselhos para bem cozinhar os brócolos evitando, dentro do possível, perdas de nutrientes e o desenvolvimento de cores e aromas indesejáveis: "Corte-os apenas na altura de serem introduzidos na água quente. Além de os cortar em pedaços, dê um golpe longitudinal nos pedúnculos. Estes cortes têm como objectivo acelerar a cozedura, dado aumentarem a área de exposição à água quente. Adicione os brócolos à água a ferver, com o lume no máximo. Para minimizar a perda de nutrientes e ter a melhor cor final, não use muita água, nem pouca... no meio é que está a virtude! Deixe o recipiente destapado nos primeiros minutos. Cozinhe-os durante apenas cerca de 5 minutos (ficam mais estaladiços e com uma cor mais bonita). Se não os for consumir logo, passe-os por água muito fria mal sejam tirados do lume, para parar todo o processo. Como melhor alternativa, coza os brócolos em vapor. O resultado será ainda melh…