Refrigerantes e Diabetes de mãos dadas

Não fiquei nada admirada com a notícia, publicada ontem no Diário de Notícias, que dá conta que os refrigerantes são os responsáveis por milhares de casos de Diabetes nos Estados Unidos. A quantidade de açúcar que existe numa lata de 33 cl de "sumo" (já sabem porque ponho a palavra sumo entre aspas) como a coca-cola, ice-tea, fanta, 7up, néctares de fruta, bebidas energéticas, etc., é, em média, cinco pacotes dos que pomos no café (dez gramas) de açúcar. As laranjadas com gás, tipo fanta, por exemplo, chegam a ter sete pacotes de açúcar. É verdadeiramente assustador pensar que estamos a "encharcar" as nossas crianças e jovens com tanto açúcar diariamente. Transcrevo a notícia:

"O aumento do consumo diário de refrigerantes açucarados contribuiu para 130 mil novos casos de diabetes, 14 mil de doença arterial coronária e 6000 mortes na última década nos Estados Unidos, revela um estudo da Associação Americana do Coração

O estudo, divulgado conferência anual da Associação Americana do Coração, estima que o consumo destas bebidas, entre 1990 e 2000, tenha sido responsável, pelo menos, por seis mil mortes em excesso por qualquer causa e por 21 000 anos de vida perdidos.

Perante estes dados, os investigadores defendem a criação de um imposto de saúde sobre os refrigerantes para pagar o aumento dos custos dos tratamentos das vítimas de doença coronária e diabetes."

1 comentário

Postagens mais visitadas