A CONFUSÃO DAS CALORIAS


Tirando uma ou outra excepção, que só serve para confirmar a regra, os comentários dos leitores e leitoras têm sido sempre pertinentes e encorajadores. Um dos últimos que recebi chamava-me com toda a razão a atenção para destrinça que é preciso fazer entre calorias e quilocalorias.

A caloria é uma unidade histórica de energia: foi introduzida no século XIX para designar a energia que é necessária para aquecer um grama de água quando a sua temperatura aumenta de um grau Celsius, ou abreviadamente 1 ºC (ou 1 kelvin). Mas, como essa energia varia conforme a temperatura, foi necessário definir a temperatura de 15 graus (energia necessária para aquecer um grama de água de 14,5 ºC para 15,5 ºC) . Hoje em dia a unidade de energia no Sistema Internacional (SI) de unidades, que tem existência legal no nosso país tal como acontece em muitos outros, é o joule, unidade que tomou o nome do físico inglês James Joule, que realizou experiências sobre o aquecimento da água por processos mecânicos (a queda de um peso fazia girar um agitador dentro de um recipiente com água que a faz aquecer, sendo o trabalho mecânico equivalente a calor). A caloria de 15 graus, ou simplesmente caloria, vale 4,185 joules (foram definidas outras calorias, de valores parecidos, mas elas não interessam para aqui). O símbolo da caloria é cal e o do joule é J, pelo que se escreve

1 cal = 4,185 J

A utilização da caloria como unidade de energia é, em geral, desaconselhada, em favor do joule. Mas acontece que em nutrição o uso da unidade caloria tem uma longa tradição, que é difícil de terminar. A energia libertada pela combustão dos alimentos é, por isso, normalmente medida em calorias. Em vez de caloria, uma unidade mais adequada é a quilocaloria (escreve-se assim e não kilocaloria), que é igual a 1000 calorias, a energia necessária para elevar de 1 ºC a temperatura não de um grama mas de um quilograma de água (a 15 ºC, claro). O seu símbolo é kcal com k minúsculo e não maiúsculo (K maiúsculo é o símbolo do kelvin, o grau de temperatura absoluta que, como já disse, tem um tamanho igual ao do grau Celsius):

1 kcal = 1000 cal

Por vezes chama-se a esta unidade "grande caloria" para a distinguir da outra, e escreve-se para ela o símbolo Cal em vez de cal (claro que, se se escrever o símbolo à mão, difícil será distinguir!). Há quem escreva Caloria e diga, em linguagem oral, "caloria" quando se está a referir à "grande caloria" e não à "pequena". Ora isto pode causar a maior das confusões... Há até rótulos de produtos alimentares que aproveitam esta confusão para enganar o consumidor. Cuidado com os rótulos! O melhor é falar de quilocalorias e não de grandes calorias e, muito menos, de Calorias.

Uma boa fonte sobre o Sistema Internacional de Unidades é:

- Guilherme de Almeida, Sistema Internacional de Unidades (SI), Grandezas e unidades físicas. Terminologia, símbolos e recomendações. 3.ª edição, Plátano, 2002.

Quem consultar este livro fica a saber que os nomes das unidades, por extenso, se escrevem sempre com minúsculas (excepto a palavra Celsius, em graus Celsius), que esses nomes admitem plural (joules, por exemplo), mas que os símbolos das unidades, que se devem escrever sempre em redondo e não em itálico, são em minúsculas, excepto se o nome derivar de um nome próprio, caso em que a primeira letra é maiúscula (assim o símbolo do joule é J). Os símbolos não admitem plural, devendo sempre ser separados do valor numérico por um espaço: por exemplo, 15 ºC e 1 J. Nunca se devem misturar nomes com símbolos.

Também se aprende aí que grama é substantivo masculino e não feminino (deve escrever-se e dizer-se o grama) e que o quilograma é a única unidade de base do Sistema Internacional que tem um prefixo (quilo). Tal acontece porque o grama é historicamente anterior ao quilograma, que veio a ser adoptado como unidade de base do Sistema Internacional para medir a massa (e não o peso, que se mede cientificamente em newtons).

Vou tentar ter mais cuidado na aplicação destas regras!

Imagem: Rótulo de pão de forma (clicar para ver melhor). O valor em calorias está bem indicado para a porção (duas fatias), mas as quantidades por fatia estão erradas, pois devia-se simplesmente ter dividido por dois.
5 comentários

Postagens mais visitadas