Ter Aparência Jovem é Bom Indicador de Longevidade

Um estudo dinamarquês revelou que pessoas que aparentam menos idade vivem mais tempo do que as que parecem mais velhas do que realmente são.

O estudo feito com a colaboração de 387 pares de gémeos, durante sete anos, mostrou que aqueles que eram apontados pelos colegas, professores e enfermeiros como tendo uma aparência mais jovem, tinham tendência para viver mais do que os seus irmãos com aparência de mais velhos.

A explicação biológica parece estar nos telómeros (na imagem), estruturas constituídas por filamentos de DNA que formam a extremidade dos cromossomas e cuja função principal é manter a estabilidade destes. Cada vez que a célula se divide, os telómeros são ligeiramente encurtados uma vez que não se regeneram. A partir de determinada altura, os telómeros estão de tal maneira curtos que a célula perde a capacidade de se dividir.

Os investigadores concluíram que os telómeros mais curtos estão relacionados com algumas doenças e com o envelhecimento mais rápido. No estudo, as pessoas que possuíam cromossomas com telómeros mais longos tinham uma aparência mais jovem e viviam mais do que os seus irmãos.

O modo como poderemos conservar os telómeros mais longos será, com certeza, objecto de muitos estudos interessantes no futuro.

Fonte
http://veja.abril.com.br/noticia/saude/aparencia-jovem-pode-significar-vida-mais-longa-519681.shtml

Imagem
http://scienceblogs.com.br/brontossauros/index.php?page=2
1 comentário

Postagens mais visitadas