Emagrecer é...

Especial crianças.

Esta semana a rubrica "Emagrecer é..." destina-se principalmente aos pais das criancas que têm peso a mais ou são obesas.

O excesso de peso nas crianças é resultado, quase sempre, de um desequilibrio entre ingestão alimentar e os gastos energéticos. O tratamento da obesidade infantil é um processo longo que exige muita persistência e no qual devem estar envolvidos os pais, os avós e, de resto, toda a família porque eles todos, em conjunto, são a chave do sucesso.

Para as crianças perderem peso não necessitam de fazer dieta. Basta que os pais estejam informados e os façam cumprir as regras de alimentação para a saúde. Isto implica obviamente saber dizer-lhes não a um sem número de alimentos processados, hipercalóricos e nutricionalmente muito pobres, para os quais eles têm normalmente enorme apetência (alguns exemplos, batatas fritas, bolicaos, croissants, bolos, pastéis folhados, bolachas de qualquer tipo, pãezinhos de leite, etc.).

Comece por dar ao seu filho um pequeno-almoço tradicional, como uma caneca de leite e um pão com queijo ou fiambre, por exemplo. Evite os cereais de pequeno-almoço porque têm excesso de açúcar e porque são consumidos em quantidades incontroláveis que chegam a corresponder, em termos energéticos, a dois ou três pães.

Ao almoço e ao jantar não pode faltar a sopa na mesa. Tomada no início da refeição ela faz com que as crianças fiquem meio cheias com um alimento baixíssimo em calorias e riquíssimo em nutrientes.

A água é a única bebida que deverá dar aos filhos nas refeições principais (os sumos , as colas e os ice-tea devem ser completamente banidos lá de casa).

A refeição deve terminar com uma peça de fruta. Nada de sobremesas doces nem iogurtes.

Quanto aos lanches da manhã e da tarde, estes podem ser feitos com alimentos práticos, mas saudáveis como leite ou iogurte líquido, fruta e um pão com queijo ou fiambre.

Praticar desporto ou fazer exercício físico diário é igualmente importante no tratamento da obesidade infantil, porque permite "queimar" as calorias em excesso. Os exercícios mais indicados para consumir gorduras são os que fazem o organismo recorrer ao metabolismo aeróbico, como a marcha, andar de bicicleta ou a natação. Uma criança gordinha é, normalmente, mais lenta e desajeitada do que as outras, pelo que os desportos de competição ou de grupo poderão levá-la mais facilmente a desistir.
1 comentário

Postagens mais visitadas