Idosos: exercício rejuvenesce os músculos

Durante toda a vida os músculos são continuamente formados e destruídos num processo que permite a manutenção da musculatura, mas a partir dos 65 anos, aproximadamente, o processo de destruição passa a ser mais rápido do que o de formação. De facto, eles vão reduzindo e a força diminui, o que faz aumentar a probabilidade de quedas e fracturas. Uma nova investigação ajuda-nos a compreender como isto acontece e o que fazer para contrariar o fenómeno.

Uma equipa de cientistas de Nottingham, Inglaterra, já tinha demonstrado que, após uma refeição, os idosos não conseguem produzir um músculo tão rapidamente como os jovens. Agora descobriram que a insulina é a hormona responsável pela supressão da degradação do músculo durante e logo após a refeição. Os mais jovens têm mais insulina que, por isso, chega em maior quantidade aos músculos. O mesmo não acontece com os mais idosos, provavelmente devido à deficiente irrigação da musculatura. Os investigadores explicam que as pessoas com mais de 65 anos são afectadas por um "duplo golpe", isto é, por um lado, têm menor fluxo de sangue nos músculos e, por outro, a resistência à insulina tende a aumentar com a idade. Recomendam, por isso, exercício físico e musculação nestes "jovens" da terceira idade para aumentarem a irrigação dos músculos impedindo a perda de massa muscular.

Referência: Emilie A Wilkes, Anna L Selby, Philip J Atherton, Rekha Patel, Debbie Rankin, Ken Smith, and Michael J Rennie. "Blunting of insulin inhibition of proteolysis in legs of older subjects may contribute to age-related sarcopenia". The American Journal of Clinical Nutrition, 2009.

Fonte de imagem: http://latimesblogs.latimes.com/booster_shots/2009/07/older-hospital-stronger.html
4 comentários

Postagens mais visitadas