Emagrecer é...

Emagrecer é... evitar alimentos doces e gordos.

Costumo dizer a quem vem às minhas consultas para emagrecer que há duas coisas que o interessado terá de reduzir drasticamente: o açúcar e a gordura. O açúcar existe naturalmente em alguns alimentos e, por isso, não é preciso ser adicionado a nada do que bebemos ou comemos. Recomendo que reduzam gradualmente a quantidade de açúcar que se junta às bebidas, por exemplo, se não conseguirem eliminá-lo de uma só vez. E nada de o substituir por adoçante. Os adoçantes mais utilizados são artificiais e já vimos que enganam o cérebro. O objectivo aqui é "educar" o paladar para o menos doce, e não trocar doce por doce.

Devem também ser eliminados todos os alimentos feitos com farinhas muito refinadas, como é o caso do pão de forma, pão branco, pão de hamburguer ou de cachorro, bolachas de qualquer tipo, cereais de pequeno-almoço com açúcar, bolos, biscoitos, croissants, bolicaos, manhãzitos, etc., etc., porque são alimentos que têm um índice glicémico muito elevado (fazem subir muito, e rapidamente, a glicose no sangue) . Significa isto que, quando comemos este tipo de alimentos, com densidade energética elevadíssima, ficamos saciados, mas, pouco tempo depois, a fome volta outra vez. Por outro lado, do ponto de vista nutricional, são alimentos muito pobres, que engordam muito e que fazem com que os momentos de compulsão alimentar sejam cada vez mais frequentes. Este tipo de alimentos não devem sair do supermercado! E não se fie em bolachas integrais ou de água e sal. Além das farinhas refinadas com que são feitas, estão impregnadas de gordura para serem apetitosas (quanto mais se derreterem na boca, mais gordura têm...). São autênticas "bombinhas" calóricas sem nenhum interesse nutricional!

Troque todos esses alimentos por pão escuro de mistura de cereais ou broa de milho, mais ricos em minerais, vitaminas e fibras. São alimentos mais saciantes e que não contribuem para os indesejáveis picos de glicémia. Só tem que ter atenção, obviamente, à quantidade. Como sempre, vale a regra de ouro: Use, mas não abuse!
3 comentários

Postagens mais visitadas