Baixar o colesterol


Resumo de uma comunicação que apresentei sobre o colesterol:

O colesterol é um composto vital que é sintetizado maioritariamente pelo fígado e que entra na produção de algumas hormonas, ácidos biliares, vitamina D, além de ser um componente integral das membranas celulares. O colesterol é indispensável ao funcionamento do nosso organismo, sendo o seu nível no sangue regulado com grande rigor. O fígado e até o intestino chegam a produzi-lo quando a alimentação não o fornece em quantidade suficiente.

É insolúvel na água e, por isso, insolúvel no sangue, de modo que, para ser transportado, o organismo tem de o “empacotar” dentro de partículas esféricas proteicas chamadas lipoproteínas. De acordo com a sua densidade, as lipoproteínas podem ser de muito baixa densidade - Very Low Density Lipoproteins (VLDL) -, de baixa densidade - Low Density Lipoproteins (LDL) - e de alta densidade – Hight Density Lipoproteins (HDL) -, que são as mais pequenas, as mais pesadas e as menos gordas.


Em média, cerca de dois terços do colesterol do sangue surge na forma de LDL. Os riscos de arterosclerose, de doença coronária e de enfarte do miocárdio aumentam com a elevação dos respectivo nível, uma vez que esse colesterol se deposita no interior das artérias formando placas. Quando tal acontece, o HDL capta o LDL e tranporta-o até ao fígado, onde é convertido em sais biliares que são eliminados através do trato intestinal. Daí a importância da existência de bons níveis de HDL, o chamado “bom colesterol".

Baixar o colesterol

Em algumas pessoas, os níveis elevados do LDL são o reflexo directo da quantidade de gordura ingerida na alimentação, pelo que uma boa dieta é decisiva para uma boa saúde cardiovascular. Noutras pessoas, esses níveis elevados são resultado da grande quantidade do colesterol produzida pelo fígado, pelo que é necessário nesse caso recorrer a medicação apropriada. Como somos todos diferentes e não existe um meio simples de verificar como cada um reage à gordura e ao colesterol alimentares, a opção mais segura e benéfica para todos consiste em limitar o consumo de alimentos gordos. Em particular, devem ser evitados alimentos com gordura saturada, como carnes vermelhas, margarina e manteiga, e alimentos com gordura hidrogenada, como as margarinas vegetais, bolachas, bolos, etc., porque estimulam a produção de LDL no organismo.

Alimentos anti-colesterol

Fazem parte do grupo de alimentos anti-colesterol todos os que possuem quantidade consideráveis de vitamina C (quivi, citrinos, morangos, salsa, etc.), beta-caroteno (todas as frutas e legumes de polpa cor-de-laranja), vitamina E (frutos secos, nozes, sementes, grãos e gérmen trigo, azeite, etc.), coenzima Q10 (sardinha, cavala, etc.) e alimentos com alto teor de ácidos gordos monoinsaturados(azeite, banha de porco, amêndoas, abacate, etc.).

3 comentários

Postagens mais visitadas