FESTA É FESTA


Faz-me impressão ver tantos jornais e revistas, nesta época, com conselhos para "passar um Natal com menos calorias". O Natal é tempo de festa e devemos vivê-lo de acordo com as nossas melhores tradições gastronómicas. Isto é, à mesa não podem faltar rabanadas, filhoses, fritos de abóbora, velhoses, broínhas, aletria, arroz doce, mexidos, formigos, azevias, sonhos, cuscurões,... sem esquecer o bolo-rei. Dias de festa são dias de fartura à mesa. Não se preocupe demasiado com a balança, porque não são os excessos cometidos em dois ou três dias que são responsáveis por aumento significativo e sustentado de peso. Porque como diz um amigo meu "o problema não está naquilo que se come entre o Natal e o Ano Novo, mas sim no que se come entre o Ano Novo e o Natal!"

Desejo Festas Felizes a todos os internautas visitantes deste blogue.
Ana Carvalhas
1 comentário

Postagens mais visitadas