CAFÉ e SAÚDE

Tomar café todos os dias pode ser um bom meio de prevenir algumas doenças neurodegenerativas. A cafeína, um dos principais componentes do café, é a substância farmacológica psicoactiva mais consumida do mundo. Esta acção psicoactiva estimuladora do sistema nervoso central de que resultam estádios de alerta e excitação é muito útil para realizar trabalhos que requerem rapidez, atenção e memória. É com base na premissa de que o café aumenta a memória que decorrem em todo o mundo investigações sobre o impacto do seu consumo regular na perda de memória associada à doença de Alzheimer ou à demência em pessoas idosas. No caso da doença de Parkinson, também uma doença neurodegenerativa, já está provado que existe uma relação inversa entre o consumo de cafeína e a incidência da patologia.

Apesar das características profilácticas do café, este não deve ser consumido por pessoas hiperactivas, com problemas cardíacos ou de sono, para que não sintam excitabilidade para além da desejada.


A título de curiosidade saiba quais são os teores médios de cafeína no café que se vende em Portugal. A avaliação foi efectuada no Laboratório de Bromatologia da Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto em 2008.

Teor médio de cafeína (mg)


Café curto 62

Café normal 72

Café cheio 88


Para mais conhecimentos sobre o café visite o sítio Café e Saúde.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas