A CAFEÍNA NO DESPORTO


É sabido que o consumo de cafeína melhora o desempenho físico e reduz o cansaço em atletas que praticam modalidades desportivas de endurance. Quem não se lembra do Boavista campeão nacional (2000-2001) com a "ajuda" do café?

O efeito parece ser conseguido devido ao facto de a cafeína aumentar a libertação de adrenalina no sangue que estimula a utilização dos ácidos gordos pelo músculo esquelético. Os músculos exercitados (treinados) utilizam previamente a gordura na actividade física, reduzindo ou retardando a necessidade de usar as suas reservas de glicogénio. Isto tem como resultado o aumento da resistência física e a redução do cansaço. Mas atenção, a substância parece actuar com menor intensidade em atletas que consomem cafeína em excesso, ou nos que já estão habituados a ela. O melhor é tomar café apenas nos dias em que vai haver competição.

O que não se sabia ainda, é que a cafeína deve ser ingerida também após a competição, porque ajuda a repôr as reservas de glicogénio no músculo mais rapidamente, quando associada a hidratos de carbono. É o que diz um estudo Australiano que mostrou pela primeira vez que o consumo de cafeína após a actividade física pode melhorar a recuperação. O glicogénio, a principal fonte de energia do músculo durante a actividade física, é reposto em maior quantidade e mais rapidamente quando se ingerem hidratos de carbono associados à cafeína.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas