QUANTO VALE UMA BANANA

A banana é o quarto alimento mais produzido no mundo, a seguir ao arroz, trigo e milho. O seu cultivo teve início no sudeste da Ásia, mas existem ainda muitas espécies de banana selvagem na Nova Guiné, Malásia, Filipinas e Indonésia.

A bananeira é considerada a árvore dos sábios, daí o nome científico Musa sapientum L.. As bananas foram durante muito tempo desconhecidas dos europeus e Júlio Verne, no seu livro "A volta ao mundo em oitenta dias" (1872), descreve-a pormenorizadamente para a dar a conhecer aos leitores.

A bananeira é uma planta de caule subterrâneo do qual surgem folhas que crescem para fora da terra, formando o falso tronco. Cada caule falso dá um ramo de flores que, aos poucos, se vai transformando num cacho de bananas (cada cacho pode dar até 200 bananas!).

Mais de cem tipos de banana são cultivadas em todo o mundo. No Brasil as mais conhecidas são a banana-nanica, banana-prata, banana-maçã, banana-da-terra (as maiores de todas: cada fruto pode medir 30 cm e pesar 500 g), banana de S. Tomé, banana-ouro e banana-sapo.

Informação Nutricional

A banana é um fruto particularmente rico em potássio, magnésio, ácido fólico e vitamina B6. Quando está verde é constituída fundamentalmente por água e amido, daí o seu sabor adstringente. Neste estado a banana é óptima para ser usada em caso de diarreia. À medida que amadurece o amido transforma-se em açúcares simples, glicose e sacarose, o que a torna mais doce e também de mais fácil digestão. Pode, por isso, ser utilizada para resolver problemas de obstipação.

Composição Nutricional

BANANA (valores por 100 g)
Energia 95 kcal
Água 72,1 g
Proteína 1,6 g
Lípidos 0,4 g
Hidratos de Carbono 21,8 g
Fibra 3,1 g
Potássio 425 mg
Magnésio 28 mg
Ácido fólico 14 µg
Vitamina B6 0,29 mg
Cálcio 8 mg

Fonte: Porto, A. e Oliveira, L.. Tabela da Composição de Alimentos. Lisboa: Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge. 2006.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas