ASSOCIAÇÃO MÉDICA AUSTRALIANA COMBATE A OBESIDADE


A Associação Médica Australiana (AMA) está preocupada com os números da obesidade no seu país. 50 por cento dos adultos australianos têm sobrepeso e esse fenómeno é semelhante nas crianças e adolescentes. As despesas de saúde com a obesidade e doenças associadas ultrapassa já 1,2 milhões de dólares americanos por ano, pelo que a AMA pede mais responsabilidade por parte da indústria alimentar na luta contra a obesidade. No documento AMA Position Statement on Obesity-2008, a associação deixa clara a sua posição. O problema envolve toda a sociedade (indivíduos, famílias, indústrias, governo, escolas e media) e a sua resolução exige a colaboração de todos.

A epidemia da obesidade explica-se, de uma forma simples, pelo consumo excessivo de calorias e por actividade física insuficiente. No entanto, as escolhas e os comportamentos são influenciados por múltiplos factores, que vão desde preferências individuais e força de vontade até circunstâncias culturais, económicas, científico-tecnológicas, de marketing, etc. Atendendo a tudo isto, e sem pretender desculpabilizar cada indivíduo pelo seu comportamento, a AMA propõe no seu documento medidas abrangentes e multifacetadas.
1 comentário

Postagens mais visitadas