sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

OBESIDADE INFANTIL AMEAÇA A ESPERANÇA DE VIDA DAS CRIANÇAS


A geração actual de crianças pode ser a primeira da história da humanidade que, em tempo de paz, vive menos do que a dos seus pais. A causa é a obesidade. O alerta foi dado pelo Control Desease Center (CDC) dos Estados Unidos, país com uma elevadíssima taxa de obesidade infantil, no entanto esta situação pode transpor-se para todos os países desenvolvidos.

Em Portugal a prevalência de obesidade infantil é muito preocupante. É importante alertar a comunidade em geral, mas principalmente pais, avós, professores, educadores, auxiliares, cozinheiras e todos quantos lidam de perto com as crianças.

O excesso de peso nas crianças é resultado, quase sempre, de um desequilibrio entre ingestão alimentar e os gastos energéticos. As nossas crianças estão mais gordas porque passam demasiado tempo em frente aos ecrãs, não brincam nem correm ao ar livre e deslocam-se de carro para todas as actividades. Consomem comida hipercalórica de baixo peso, pelo que nunca ficam saciadas e trocam refeições definidas, com horas próprias, por comiscar toda a tarde, desde que chegam da escola até à hora do jantar. Quando se sentam à mesa, não têm apetite e surge a dificuldade em comer a sopa, a carne ou o peixe, que são realmente importantes para quem tem que crescer saudável.

O tratamento da obesidade é muito complicado e com taxas de insucesso muito elevadas, por isso o melhor é prevenir. Os pais têm aqui um papel fundamental e tudo o que necessitam é estarem bem informados para poderem implementar hábitos saudáveis para toda a família: começar o dia com um bom pequeno-almoço à base de leite, pão e fruta; iniciar o almoço e o jantar sempre com um prato de sopa; beber água às refeições (os sumos devem ser completamente abolidos lá de casa); alternar carne e peixe todos os dias; preferir fruta para sobremesa; fazer os lanches da manhã e da tarde com alimentos práticos, mas saudáveis como leite ou iogurte líquido, fruta, pão ou bolachas sem creme tipo "maria" (no máximo 6 bolachas, que é o que equivale a um pão) e praticar desporto ou fazer actividade física diariamnete porque é a melhor forma de queimar as calorias em excesso.

As crianças em idade escolar, que aliás são as de maior risco, estão na fase em que o processo de aprendizagem é extraordinariamente activo, o que deve ser aproveitado por professores e educadores no sentido de lhes serem ministrados ensinamentos que possam influenciar o seu comportamento alimentar, agora e no futuro. De facto, são os melhores veículos de informação para os pais e para todos os familiares que mais de perto convivem com elas.

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

FAST-GOOD



O "fast-good" é um projecto dos Hoteis NH e do conhecido chef espanhol Ferrán Adriá. Este projecto alia o conceito de serviço rápido a comida de qualidade. O primeiro restaurante abriu em Madrid, no Hotel NH Eurobuilding, para provar que é possível um restaurante fast-food com alimentos gourmet, mais ricos, mais saudáveis e a um preço acessível a todos. O sucesso foi imediato. O grupo espanhol NH Hoteles planeia, já para o início de 2008, expandir a marca de comida rápida Fast Good na América Latina, Europa e Ásia.

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

QUANTO VALE UM KIWI


Quem vê um kiwi, fruta oval de casca castanha peluda, não imagina a côr verde esmeralda da sua polpa suculenta. Ao contrário do que se pensa, o kiwi não é originário da Nova Zelândia, mas sim do sul da China.

Informação Nutricional
O kiwi é um fruto particularmente rico em vitamina C, fibras, potássio e ácido fólico. A vitamina B6 e a niacina são encontradas em quantidades menores.
Contém alguns antioxidantes como carotenóides, compostos fenólicos, flavonóides e clorofila e também outros minerais como magnésio, ferro e cálcio. Como o abacaxi, contém uma enzima, a actinidina, que ajuda a amaciar carnes e facilita a digestão. É por isso que quando se põe kiwi na gelatina, ela não solidifica.

Saúde
A boa combinação entre as vitaminas A e E existentes no kiwi melhora o desempenho do sistema imunitário, diminui o risco de cancro e de doenças cardiovasculares.
Alguns dos elementos minerais, como o cálcio, o magnésio, o ferro e especialmente o potássio, contribuem para controlar a tensão arterial. O fruto fornece também quantidades razoáveis de fibras solúveis, que facilitam o trânsito intestinal e a diminuição dos níveis de colesterol. Para as gestantes, é boa fonte de ácido fólico e tem a particularidade de ajudar a fixar o ferro devido aos altos teores de vitamina C.

Tabela de Composição Nutricional

Kiwi (por 100g de porção edível)
Calorias 61
Porteínas 0,99g
Hidratos de Carbono 14,9g
Gorduras 0,44g
Fibras 1,90g
Vitamina C 98mg
Ácido Fólico 22,4µg
Potássio 332mg

Fonte: Philippi, Sonia Tucunduva. Tabela de Composição de Alimentos: suporte para decisão nutricional. Brasília: ANVISA, FINATE/NUT.2001

terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

CURSO DE CULINÁRIA SAUDÁVEL


Informação recebida da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto.

Estão abertas as inscrições para a 3ª edição do Curso de Culinária Saudável para Controlo de Peso, que irá decorrer entre 29 de Março e 10 de Maio. As aulas realizam-se aos sábados de manhã, num total de 12 horas. A inscrição pode ser feita através do mail ceciliamorais@fcna.up.pt e custa 100 euros.

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

"ALGUMAS NOTAS PARA A HISTÓRIA DA ALIMENTAÇÃO EM PORTUGAL"


José Pedro de Lima Reis, médico e professor da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto, acaba de lançar o livro "Algumas notas para a história da alimentação em Portugal".

"É uma viagem através de séculos, contada sabiamente por quem há muito se dedica a pensar e a pesquisar sobre este fenómeno... São os alimentos a que os nossos antepassados tiveram acesso, bem como os variados modos de os combinar, cozinhar e repartir ao longo dos dias, entre os séculos X a.C. e XVII d.C. que nos são apresentados."
Do prefácio de Maria Daniel Vaz de Almeida


"...Apesar das dificuldades resultantes da insuficiência dos estudos arqueológicos e da escassez de documentos escritos que nos permitam recriar sem hiatos a longa caminhada que nos trouxe da idade da apanha da bolota até ao reinado do pronto-a-comer absoluto, vale a pena tentar uma viagem através dos tempos e descrevê-la com o tempero imprescindível da imaginação."
Do prólogo de José Pedro de Lima Reis

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

DIETAS E ...




...EXERCÍCIO FÍSICO



Imagens retiradas do livro de humor "A loucura das dietas", de Randy Glasbergen, editado pela BOOKTREE, 2004.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

ÁGUA: UM LITRO E MEIO POR DIA, MITO OU REALIDADE?


Está generalizado o conceito de que devemos beber um litro e meio de água por dia. Mas será mesmo assim?

A água é um macronutriente indispensável porque todas as células e sistemas do organismo dependem dela para a realização das suas funções básicas. Para além de servir de transporte de substâncias, a água desempenha a importantíssima tarefa de regulação da temperatura corporal. O corpo humano perde diariamente quantidades significativas de água através da pele, do aparelho respiratório, urina, fezes e dos mais variados tipos de secreção. Como não possuímos mecanismos de armazenamento de água, o acontece para outros nutrientes, a sua ingestão diária torna-se indispensável. Sem beber a vida não é possível para além de três dias. No entanto, a quantidade diária necessária para cada indivíduo varia de acordo com a sua idade, sexo, actividade física, temperatura ambiente, estado de saúde, hábitos alimentares, hábitos de consumo de álcool, etc, etc… Estima-se que adultos saudáveis em condições normais, tenham uma necessidade hídrica diária que ronda o litro e meio, mas para esta contabilidade entra tudo o que se come e bebe durante o dia. Se na alimentação diária entrarem sopas, frutas frescas, legumes, leite, chá, batidos, infusões, não há necessidade de acrescentar a tudo isto mais um litro e meio de água. Devemos beber de acordo com a sede, porque é reflexo da necessidade do organismo, mas a melhor forma de sabermos se bebemos suficiente é observando o aspecto da urina: pouco abundante e muito concentrada é um alerta que nos indica que devemos beber água; abundante e de cor clara, (amarelo limão), indica que bebemos suficiente.

De tudo isto se conclui que a hidratação regular pode ser conseguida por intermédio de qualquer líquido, desde água pura ou com umas gotas de sumo de limão, refrescos pouco açucarados, sumos de fruta, leite, batidos, infusões, bebidas pouco gasosas, sopas ou através de frutas e vegetais que pela sua constituição são particularmente ricos em água. As frutas e vegetais têm ainda a vantagem de possuir minerais, imprescindíveis reguladores do balanço hídrico, vitaminas e outros compostos antioxidantes. Uma fatia de melancia (98% de água), uma salada de pepino (96% de água) ou de alface (94% de água), são, seguramente, formas fáceis e apetecíveis de reforçar a hidratação diária.

Se faz uma alimentação deste tipo, não tem necessidade de se obrigar a beber mais um litro e meio, até porque pode ser prejudicial. A água a mais pode fazer mal, porque fluidifica demasiado os líquidos orgânicos com consequentes perdas de electrólitos, nomeadamente potássio, importante agente de regulação do meio interno. A hiponatrémia é o termo genericamente usado para definir a intoxicação pela água. Nada de exageros porque, em excesso, até a água faz mal!

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

O FRUTO DA PAIXÃO


O fruto da paixão é conhecido entre nós como maracujá, mas os ingleses chamam-lhe "passion fruit", os franceses "fruit de la passion" e os italianos "frutto della passione". O nome é devido à flor que simbolisa a paixão de Cristo.
Passiflora edulis Sims

É um fruto redondo ou ligeiramente oval, com 5 a 8 cm. Nativo do Brasil e de países com idêntico clima, tem características nutricionais e alguns efeitos medicinais interessantes. É rico em vitamina C e niacina (vitamina do complexo B). Fonte de cálcio, ferro, fósforo e fibra, tem baixo valor calórico - 100g fornecem 90 kcal.

Os poderes sedativos do maracujá são bastante conhecidos. Ele funciona no organismo como um suave calmante.
No Brasil existem muitas espécies de maracujá, que variam de tamanho e cor. Entre as mais conhecidas encontram-se: maracujá mirim, maracujá melão, maracujá do igapó, maracujá guaçu e maracujá comprido.

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

A LINHA DA LINHA


O Serviço Nacional de Saúde tem a funcionar desde Outubro passado a linha da Saúde 24 para aconselhamento sobre medicamentos não sujeitos a receita médica.
Este ano a linha aposta nos portugueses com excesso de peso. Marque o 808 24 24 24 e receba conselhos sobre alimentação e informação sobre serviços de tratamento da obesidade.

terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

SABOR AUTÊNTICO


Vale a pena ver este vídeo do Ricardo Araújo Pereira acerca da imaginação fértil dos fabricantes de géneros alimentícios. São apenas três exemplos, mas há muitos mais...
No mesmo contexto, o de aumentar as vendas, enriquece-se tudo com os mais variados "frutos" da imaginação. Tudo a bem da saúde, mas a saúde nunca esteve tão mal... Rever o que penso acerca dos alimentos enriquecidos aqui.

domingo, 10 de fevereiro de 2008

RÓTULOS: NOVA PROPOSTA DA COMISSÃO EUROPEIA


Markos Kyprianou, Comissário europeu responsável pela saúde, apresentou a nova proposta de rotulagem dos géneros alimentícios.
Para Markos Kyprianou «os rótulos dos géneros alimentícios podem ter uma enorme influência nas decisões de compra dos consumidores. Rótulos confusos, sobrecarregados ou enganadores podem ser mais um obstáculo do que uma ajuda para o consumidor. Esta proposta pretende assegurar que os rótulos dos géneros alimentícios contenham a informação essencial de uma forma clara e legível, para que os cidadãos da UE possam fazer escolhas alimentares equilibradas».

Nós sabemos o que comemos... Para isso temos que ler os rótulos.

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

GASTRONOMIA MOLECULAR FRANCESA

As fotos exibidas são da autoria da Arquitecta Joana Moura, tiradas durante uma refeição que fez no Hotel Crillon em Paris. Descobri-as neste sítio da net... Mais um bom motivo para ir a Paris!









quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

PROIBIDO A GORDOS


O Estado do Mississipi prepara-se para aprovar uma lei, a entrar em vigor dia 1 de Julho de 2008, que proibe os restaurantes de servirem refeições a pessoas obesas. Os números da obesidade engordam de dia para dia, mas será esta a solução? Ponho as minhas dúvidas...
Proposta de lei aqui.

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2008

GORDOSFERA


A "gordosfera" (fat-O-sphere) é uma espécie de fórum virtual resultante do aumento, nos últimos meses nos Estados Unidos, do número e popularidade de blogues escritos por gordos. Lutam pela aceitação da obesidade, defendem o direito ao peso a mais e reagem contra a discriminação que são sujeitos todos os dias. Kate Harding é autora de um dos mais populares blogues, Shapely Prose , do movimento pela aceitação da gordura. Este blogue faz referência a muitos outros da "gordosfera".

Não estranho nada a popularidade destes blogues. Estranho é o conformismo dos autores... Se é certo que ninguém é gordo por opção, também é certo que se nada fizerem para travar o aumento de peso, o que acontece é que de gordinhos XL passam a gordos XXL e de gordos XXL a gordíssimos XXXL. É assim que vão, "alegremente", acrescentando um X de cada vez ao seu tamanho!

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

COMO OS FITOSTERÓIS BAIXAM O COLESTEROL


Sitosterol, campesterol e stigmasterol são esteróis de origem vegetal, designados por fitosteróis, com estrutura química análoga à do colesterol. Estão presentes em pequenas quantidades nos frutos, legumes, cereais, soja e nos óleos vegetais e têm capacidade de reduzir o colesterol total plasmático e o LDL colesterol. A sua acção hipocolesterolémica parece resultar da inibição da absorção do colesterol no intestino delgado. Esta inibição resulta do facto de haver competição entre os fitosteróis e o colesterol na solubilização da micela, alterando a actividade de enzimas envolvidas no metabolismo e excreção do colesterol. Se assim for, os fitosteróis causam inibição em ambas as formas de colesterol: exógeno (proveniente da dieta) e endógeno (biliar) o que contribui para baixar o colesterol total plasmático.


Nos anos 50 os efeitos benéficos dos esteróis vegetais eram já conhecidos, mas só no final dos anos 90 é que os estudos mostraram que o sitostanol, desenvolvido a partir do esterol vegetal, reduzia mais eficazmente e com máxima segurança as taxas de colesterol sanguíneo. A Finlândia iniciou então (1995) o enriquecimento de margarinas da marca "Benecol" com fitosteróis.

A FDA (Food and Drug Administration) aprovou recentemente a margarina "Benecol" como alimento funcional. Os produtos da marca "Benecol" contêm sitosteróis derivados de uma espécie de "pinus". Actualmente desenvolvem-se outros alimentos funcionais enriquecidos com esteróis derivados de soja, por também competirem com o colesterol no processo de absorção intestinal.

De tudo isto resta-me advertir que os fitosteróis baixam realmente o colesterol plasmático, mas apenas uma pequena quantidade. Por outro lado, pode ficar a ideia de que quantos mais iogurtes ou outros alimentos enriquecidos se comem, mais baixa a taxa de colesterol, o que não é verdade.
O consumo diário de 1,6g de esteróis vegetais em leite magro fermentado reduziu eficazmente o LDL-colesterol em indivíduos com hipercolesterolémia moderada sem efeitos deletérios nos biomarcadores de stress oxidativo." Fonte: American Journal of Clinical Nutrition, Sept 2007, 87(3): 790-796.