INGLATERRA: aulas de culinária para combater a obesidade


Lusa| 2008-01-22

O Ministério britânico da Educação anunciou que as aulas de culinária passarão a fazer parte currículo obrigatório dos colégios ingleses já a partir do próximo ano lectivo.

A partir do próximo mês de Setembro, os adolescentes ingleses com idades entre os 11 e os 14 anos terão de assistir a aulas de culinária caso frequentem um estabelecimento de ensino que já disponibilize este tipo de curso (cerca de 85% dos colégios ingleses). Os restantes estabelecimentos irão dispor de um período de adaptação até 2011 para também poderem disponibilizar aulas de culinária.

"Ensinar as crianças a cozinhar pratos saudáveis é um importante meio para as escolas ajudarem a criar adultos saudáveis (...) A minha mãe tinha uma paixão por tudo isso e foi ela que me comprou o meu primeiro livro de culinária", declarou o ministro da Educação britânico, Ed Balls, ao jornal Daily Mirror.

Com esta nova disciplina obrigatória pretende-se que os alunos passem a conseguir preparar pratos simples e saudáveis, explicou o Ministério da Educação, da Infância e da Família.

A medida será apenas aplicada nos colégios de Inglaterra, uma vez que a Educação é gerida autonomamente pelas restantes regiões do Reino Unido, como o País de Gales e a Escócia.

A obrigatoriedade da disciplina de culinária insere-se da campanha de luta contra a obesidade que será lançada quarta-feira por Ed Balls e pelo ministro da Saúde britânico, Alan Johnson. Actualmente, a disciplina de culinária só é obrigatória nas escolas de 1.º ciclo inglesas.

Segundo um inquérito encomendado pelo governo britânico e divulgado em Outubro último, se a actual taxa de crescimento se mantiver inalterada, metade dos britânicos serão obesos dentro de 25 anos. Em relação ao excesso de peso, o inquérito indicou que este afectará cerca de 86% dos homens nos próximos 15 anos e 70% das mulheres nos próximos 20 anos.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas