ÓMEGA-3 CONTRA A DEPRESSÃO


Investigadores franceses demonstraram que um regime rico em ómega-3, como o dos esquimós, aumenta a longo prazo a produção dos neurotransmissores da energia e da boa disposição no cérebro emocional evitando a depressão. A explicação parece simples: o cérebro, como todos os outros órgãos, renova os seus constituintes em permanência e podemos dizer que o que comemos hoje vai fazer parte das células de amanhã. Os ácidos gordos, são constituintes de base das membranas celulares das células nervosas(invólucro através do qual se efectuam comunicações). Se consumirmos sobretudo gorduras saturadas, aquelas que como a manteiga ou a gordura da carne, são sólidas à temperatura ambiente, a sua rigidez reflecte-se nas células cerebrais. Se, pelo contrário, ingerirmos sobretudo gorduras polinsaturadas, que são líquidas à temperatura ambiente, os invólucros das células do cérebro são mais fluidos, mais flexíveis, e a comunicação entre elas faz-se de forma mais estável. Daí que tenha interesse o consumo regular de peixe gordo – sardinha, salmão, cavala, arenque, atum, truta do mar – por serem fonte de proteína saudável e porque a gordura que as envolve é rica em ácidos gordos essenciais do tipo ómega-3.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas