sexta-feira, 31 de agosto de 2007

RATATOUILLE



O último filme da Disney-Pixar, "Ratatouille", conta-nos a história de um ratinho, o Remy, que sonha em tornar-se um grande "chef" francês. Mas, ratatouille é o nome de um prato camponês, do século XVIII, típico da região de Provence. O nome significa «picar, triturar», mas refere-se habitualmente a ragôut de legumes ou prato de beringelas. Trata-se de uma receita simples, tipicamente mediterrânica, de legumes assados (beringelas, abobrinhas, tomates, entre outros)com azeite, ervas aromáticas e especiarias a gosto.
No original francês, "ratatouille" é um substantivo feminino, também chamado de "ragoût grosseiro". Sopa de carne ou peixe picados com legumes cozidos longamente, em azeite de oliveira.(Larousse)

quinta-feira, 30 de agosto de 2007

OBESIDADE INFANTIL


Portugal está entre os países europeus com maior nº de crianças com excesso de peso e obesas (valores na ordem dos 30%)

Crianças de risco:
•Crianças entre os 7 e os 9 anos
•Vivem em meios urbanos
•Filhos únicos
•Passam + tempo em frente ao ecran (computador, consola, TV…)
•Dormem menos de 8 horas por noite
•Prestam mais atenção à publicidade
•Cujos pais têm nível de instrução + baixo

Erros alimentares mais frequentes:
•As crianças comem pouca fruta,poucas vezes sopa
e poucos vegetais
•Bebem muitos refrigerantes e sumos e poucos lacticínios
•Fazem lanches à base de produtos processados pela indústria cheios de gordura e/ou açúcar (batatas fritas, bolicaos, manhãzitos, bolachas, bolos, croissants, cereais…)
•Gostam e abusam de comidas rápidas
•Excesso de goluseimas
•Comem ao longo da tarde sem regra (quando chegam da escola)
•À hora do jantar recusam-se a comer

De tudo isto resulta a ingestão de mais 300 a 500 kcal por dia, superior às necessidades que aliada à inactividade física, resulta primeiro em sobrepeso e, mais tarde, à obesidade.

segunda-feira, 27 de agosto de 2007

ÓMEGA-3 CONTRA A DEPRESSÃO


Investigadores franceses demonstraram que um regime rico em ómega-3, como o dos esquimós, aumenta a longo prazo a produção dos neurotransmissores da energia e da boa disposição no cérebro emocional evitando a depressão. A explicação parece simples: o cérebro, como todos os outros órgãos, renova os seus constituintes em permanência e podemos dizer que o que comemos hoje vai fazer parte das células de amanhã. Os ácidos gordos, são constituintes de base das membranas celulares das células nervosas(invólucro através do qual se efectuam comunicações). Se consumirmos sobretudo gorduras saturadas, aquelas que como a manteiga ou a gordura da carne, são sólidas à temperatura ambiente, a sua rigidez reflecte-se nas células cerebrais. Se, pelo contrário, ingerirmos sobretudo gorduras polinsaturadas, que são líquidas à temperatura ambiente, os invólucros das células do cérebro são mais fluidos, mais flexíveis, e a comunicação entre elas faz-se de forma mais estável. Daí que tenha interesse o consumo regular de peixe gordo – sardinha, salmão, cavala, arenque, atum, truta do mar – por serem fonte de proteína saudável e porque a gordura que as envolve é rica em ácidos gordos essenciais do tipo ómega-3.

segunda-feira, 6 de agosto de 2007

ORQUESTRA VEGETAL DE VIENA

Costumamos olhar frutos e hortaliças como alimentos para o corpo. Vejam como podem ser música para o espírito.


A Orquestra Vegetal de Viena vem a Portugal em Setembro.